Interior Design - Myrna Porcaro - Fotos: Daniel Mansur
Decor

Para relaxar em casa

Por Myrna Porcaro

Sempre falamos sobre as mudanças que os novos e conturbados tempos geraram em nossas vidas. E como impactam também no planejamento e na decoração das nossas casas. Este mês voltamos ao tema e ao formato da residência como refúgio, onde podemos exercer todas as atividades do cotidiano, do trabalho ao lazer.

A correria do dia, o trânsito e a segurança frágil pedem menos deslocamento. E a casa realmente deve ser tratada como o local preferido. Nesse exato momento em que escrevo a coluna da revista de abril, a Flórida e todo o mundo estão em alerta máximo sobre o novo coronavírus e tentando se proteger ao máximo contra a contaminação. O local mais seguro é a nossa casa. Além dessa segurança, não existe nada melhor do que relaxar o corpo e a mente após um dia agitado ou estressante, não é mesmo?

Segundo pesquisa, nove em cada dez habitantes que estão nas grandes cidades e no mercado de trabalho apresentam sintomas de ansiedade e cerca de metade delas sofre com algum nível de depressão. Como grande parte do dia acontece dentro das empresas, é fundamental chegar em casa e encontrar um ambiente para relaxar, meditar e aliviar os sentimentos negativos. Se esse cantinho for especial, como um spa, o efeito é potencializador. E existem várias formas de organizar e manter um espaço desses em casa, podendo ser um cantinho na parte interna ou externa.

Um ambiente para relaxamento pode ser definido como um espaço que promova a centralização e harmonização do homem, o que pode ser feito através da reconexão sensorial com o ambiente natural. Dessa forma, é fundamental que esse tipo de espaço tenha a presença da natureza, ou seja, de elementos naturais como água, iluminação do sol, pedras, plantas e flores.

Isso acontece porque os sons e cheiros da natureza são capazes de alterar as conexões feitas pelo cérebro, reduzindo o instinto de ficar constantemente alerta e agitado. Dessa forma, os sons naturais e ambientes verdes e coloridos da flora são capazes de aumentar o bem-estar e acalmar o espírito.

Como criar um ambiente para relaxamento?

O interessante é que qualquer espaço pode ser transformado em um ambiente para relaxar. Assim, ele pode ser feito em ambientes internos ou externos e em apartamentos ou casas. O ideal é que o espaço seja iluminado pela luz natural, silencioso, ventilado e com uma bela vista. Varandas, jardins e quintais, por exemplo, são uma ótima opção.

Pessoas com residência com espaço aberto limitado podem optar por transformar o banheiro em ambiente de spa, assim como o cantinho de leitura, o jardim de inverno ou até mesmo uma sacada. Isso porque é possível criar um espaço verde, com iluminação artificial e outras soluções que criam a sensação de relaxamento semelhante a de um ambiente aberto.

A representação da natureza é fundamental para criar um ambiente relaxante. Dessa forma, os elementos naturais devem ser usados sempre que possível. Então, invista em pedras, fontes de água, plantas, flores e muros vivos para deixar o espaço verde e com sons da natureza.

Por esse motivo, é fundamental investir em um cantinho em que a pessoa possa se sentar ou deitar para descansar e curtir o momento de paz. Nesse caso, os itens podem ser esteiras com almofadas, espreguiçadeiras, tapetes e até estofados.

É importante evitar excessos e escolher somente o que é essencial em termos de mobília.
Como o objetivo é limpar a mente, a dica é investir em cores de tons neutros, como cinza, bege e branco e, claro, em cores em tom de pastel ou violetas, que também funcionam muito bem e são tidas como tons favoráveis à introspecção.

Se houver espaço, pode-se incorporar uma banheira de hidromassagem. Afinal, um banho com jatos de água e com óleos essenciais potencializará o relaxamento.
A iluminação deve ser penumbra, através de luz indireta e pequenos focos cenográficos. As cortinas ou telas solares são necessárias para controlar a luz do dia. E, para compor o visual, é interessante investir em incensos, velas aromatizadas e luminárias.

A escolha de um piso adequado é fundamental para a eficácia do relaxamento. Os porcelanatos são versáteis, atérmicos e fáceis de se manter. Madeira e tapetes apropriados também.
A água é um elemento importante nesses ambientes. Pode ser uma hidromassagem, um ofurô, um espelho d’água ou uma pequena cascata em spas mais sofisticados. Piscinas aquecidas são superaprovadas.

Em caso de espelho d’água, fontes ou cascatas, o ideal é deixar a água constante, movimentando-se por meio de filtros e bombas a fim de evitar a proliferação de fungos e insetos, isso sem falar no efeito terapêutico daquele barulinho contínuo. Banheiras e ofurôs são tratados com produtos químicos e sais. As piscinas devem ter um sistema autolimpante e ser periodicamente higienizadas também com produtos químicos. Outra opção pode ser a reprodução de um ecossistema natural, em que algas e animais fazem a manutenção da água, como pequenos lagos.

O interessante é que, com a diversidade de produtos disponíveis, é possível montar seu spa a um custo acessível. Afinal, em alguns casos a harmonização de apenas alguns elementos já entregará ao ambiente e às pessoas a sensação de bem-estar e relaxamento.

E, como em qualquer tipo de planejamento de ambientes, a ajuda de um profissional do interior design pode ser decisiva para o melhor resultado.