Wal Reis

O desmanche do amor

Sending
User Review
0 (0 votes)

Por *Wal Reis

Você não tira um amor de dentro de você, assim como quem doa uma estante. Porque nem a estante e nem o amor chegam inteiros na sua vida, mas em módulos. Vai se formando por partes, com pedaços de admiração, nichos de carinho, prateleiras de vontade e, quando menos se espera, está pronto.

Você não tira um amor de dentro de você sem desmontá-lo antes. Sem desmontar, ele não passa na porta de saída do seu coração e quem insiste em forçar a passagem acaba deixando o amor emperrado para sempre ali, fazendo sombra na capacidade de amar de novo.

Se o amor perde a função de carimbar o passaporte para a felicidade é porque algo deu errado e este errado é o parafuso que deve ser procurado para começar o desmonte. Só olhando para o que nos magoou, encarando mentiras, sentindo a decepção de promessas nunca cumpridas e ausências nunca explicadas que a gente vai desconstruindo o amor, encontrando dentro dele tudo o que não era amor e, quando nos damos conta, ele está tão pequeno, tão irreconhecível, que fica mais fácil se desvencilhar sem tanto sofrimento.

*Wal Reis é jornalista, profissional de comunicação corporativa e escreve sobre comportamento e coisas da vida. Blog: www.walreisemoutraspalavras.com.br

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 26 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page