Arthur (Fábio Assunção), Eliza (Marina Ruy Barbosa) e Carol (Juliana Paes)
Programe-se

Pelos bastidores de 100 capítulos de ‘Totalmente Demais’

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Como se esquecer de quando Eliza (Marina Ruy Barbosa) finalmente cedeu e aceitou a ajuda de Jonatas (Felipe Simas) para ajudá-la a viver nas ruas? Não teria como apagar da memória também as cenas de romance de Carol (Juliana Paes) e Arthur (Fábio Assunção) com o cenário paradisíaco da Austrália. Passados 100 capítulos, muitas coisas já mudaram no rumo dessa história e já podemos ver transformações nos mais diversos núcleos de ‘Totalmente Demais’. Lu (Julianne Trevisol) agora só tem olhos para Jamaica (Gabriel Reif). Germano (Humberto Martins) sofre pelos cantos de saudade de Lili (Vivianne Pasmanter), que agora vive nos braços de Rafael (Daniel Rocha). Passamos a última semana nos Estúdios Globo conversando com o elenco, direção e autores para saber como são os bastidores e o que acham do caminho trilhado até aqui. Preparem os lenços e a emoção, porque pudemos constatar que o clima que passa na TV é resultado do astral por trás das câmeras. Isto é, a novela faz jus ao título.
“Em um desses cem capítulos, onde vivia um pai inábil com a filha de treze anos, esse meio-eu ‘Arthur’, em alguns minutos de sufoco, enxerga um caminho de encontro com ela, então febril, precisando dos cuidados do pai. Entre os escombros dessa dissonância do passado desperdiçado por ele, em meio à gavetas vazias, descobre um tipo de remédio. O único presente que deu a ela. Um livro. O livro. A Bela e a Fera. Um conto de fadas que traz consigo o inesperado. Um tal deslumbre que materializa uma cura fantasmagórica, tendo o mistério como causa. E assim, relendo o livro para a filha adolescente como se quisesse se redimir, a olhando com quatro anos, encontrou a nascente da dor nesse rio que não se paralisa frente ao tempo. ‘Totalmente Demais’ é prazer para quem faz e para quem assiste. É inteligência despretensiosa e frações do nosso dia preenchidas com as cores dos sentimentos. Cem capítulos? Como tanta história passou assim enquanto eu gravava, apenas? O tempo voou? Ou o vivi sem me cansar? Amo muito essa equipe. Já estou até com saudades. Que prazer isso tudo!”, se derrete Fábio Assunção, que sempre define a equipe e a trama como “astral”. E fofoca de bastidor: quando não está estudando as cenas com seus parceiros de elenco, está fazendo piadas e brincando pelos corredores. Seu personagem, Arthur, é um dos que mais demonstra transformação – e, vale lembrar, é talvez o único que não tivesse sonhos e desejos tão claros para serem buscados.
“Chegamos ao capítulo 100 com personagens passando por diversas e profundas transformações. É um grande prazer escrever essa novela e vê-la no ar. É um desafio diário, procuramos misturar romance, emoção, drama e humor na trama. É o que acontece na nossa vida diariamente”, diz o autor Paulo Halm. “Assistimos todos os dias a novela como espectadores e muitas vezes nos surpreendemos com o que a direção e os atores propõem, agregam à narrativa. Isso é inspirador”, complementa a também autora Rosane Svartman. “O capítulo 100 é um marco para qualquer novela e no nosso caso não seria diferente. Até porque estamos fazendo uma novela sobre transformação. É um momento muito importante. Não tem como não crescermos e nos transformamos ao longo desse processo, da troca com a equipe, elenco, público e crítica. Passamos muitas horas por dia criando esses universos e é muito gratificante perceber que estamos conseguindo nos comunicar bem com o público, e que, além deles, as pessoas que fazem a novela acontecer também estão felizes e satisfeitas”, finalizam. Paulo Halm ainda deixa no ar: “Para quem está gostando até agora, imagina até a reta final?”. Ah, vamos preparar os corações e as bochechas, pelo visto vem muita emoção e risada por aí.
Cheia de sorrisos, Juliana Paes é daquelas pessoas que conversa até com a parede. E, sendo assim, não decepcionou na sua vez de refletir sobre a novela: “Totalmente Demais não é sucesso à toa. Eu credito esse sucesso virtuoso à dedicação de cada membro da equipe: espírito de equipe, entendimento de que cada ator, cada maquinista, cada assistente, maquiador, câmera, produtor, cada um dando seu melhor pra contar essa história. Desde o início, quando começamos a esboçar nossos personagens na sala de preparação, percebi uma equipe muito engajada. Todos opinavam, contribuindo para melhor entendimento da trama e dos personagens. Todos motivados, querendo fazer diferença, querendo contar esse conto de fadas contemporâneo com verdade e atenção aos detalhes. Cada detalhe da novela é e foi pensado com carinho e esmero. E, quando esses detalhes se somam fica evidente a qualidade do trabalho em equipe, o valor dessa interação”, diz a atriz que dá vida à Carolina. “Outra coisa que merece destaque nesse sucesso é mérito dos autores. O tal maniqueísmo que estamos acostumados a ver em muitas obras simplesmente não existe na verve dos personagens da novela. Ou seja, cada figura na trama tem, como todas as pessoas na vida real, suas qualidades e desvirtudes. Ninguém é só bom ou mal, mesmo os personagens centrais têm seus graves defeitos. Não existem heróis puros e perfeitos, nem vilões desprovidos de sensibilidade e fragilidades. Isso configura um universo rico de interações entre essas ‘peças’ do quebra cabeça. O público acaba se identificando com todos os personagens porque eles são reais, passíveis de erros e estão se transformando, estão em mutação desde o comecinho. O ser humano é assim, em constante mudança com os aprendizados diários. Esse arco sutil de transformação na trama é muito envolvente, confere um doce espelho da realidade já que é uma trama leve. Isso é para mim um grande acerto”, completa ela. Ufa. Dá para entender por que comemoram os 100 capítulos como se fossem debutantes? Mas Juliana ainda faz a festa no final: “E viva à equipe Totalmente Demais!”.
Se o casal JoLiza agora está em outro momento, e cada um seguiu a vida para lados diferentes, Marina Ruy Barbosa e Felipe Simas carregam muito carinho e parceria nos bastidores. Felipe, que está em seu segundo trabalho na TV, acredita que a energia positiva por trás das câmeras reflete em cena e passa veracidade naquilo que vai ao ar. “Acho que um grupo faz é o reflexo da sua liderança. Desde o início o Luiz Henrique Rios, diretor-geral, e sua equipe mostraram como seríamos liderados: com muito profissionalismo, mas também com muito amor e carinho. Acho que nos contagiamos com esse astral e conseguimos fazer com que o ambiente fosse a extensão dos nossos lares. É uma alegria lembrar do nosso projeto e abrir um sorriso”, comenta o rapaz. Eliza é a primeira protagonista de Marina, que apesar da pouca idade, estreou nas novelas há 12 anos. “Claro que é uma grande responsabilidade, mas o clima e companheirismo tornam tudo mais leve e simples. O sucesso é resultado de um trabalho diário que começou desde a primeira reunião com direção, com todo o elenco. Quando nos despimos de nós mesmos e começamos a criar os nossos personagens e, mais do que isso, encontrá-los dentro de nós. Todo papel é um aprendizado e você leva um pouco daquela persona para o resto da vida. ‘Totalmente Demais’ transforma seus personagens diariamente, mostra a evolução e o caminho deles, mas também nos ensina a dar valor para cada momento da nossa vida. A simplicidade, garra e inocência de Eliza me tornaram uma pessoa mais confiante. Essa personagem tem luz e enfrenta qualquer obstáculo, e acima de tudo aprende com os erros. Tem coisa mais bonita do que isso? O crescimento e entendimento de si mesmo? E, fora todo o aprendizado dentro e fora do set, tem os companheiros que vamos levar para o resto da vida. As amizades, as risadas, os desabafos e trocas”, enumera a ruiva, com emoção. “Começamos as aulas de preparações de um jeito, chegamos ao capítulo 100 de outro e até o final vamos evoluir mais ainda. E quando eu falo no plural não são apenas os personagens, mas nós, elenco, produção, direção e todos os envolvidos. Um texto como esse não tem como não fazer todos refletirem sobre a vida e a correria do dia a dia. Sobre valorizar desde as pequenas às mais extravagantes atitudes. Sou muito grata por tudo que está acontecendo na minha vida agora”, completa ela.
E ali, antes do estúdio e cidade cenográfica começarem a gravar simultaneamente, com diretores, continuístas e assistentes marcando cenas, conseguimos até um depoimento de Luiz Henrique Rios, diretor-geral de ‘Totalmente Demais’. “Capítulo 100 de uma novela é sempre um momento muito marcante. Quando você começa um trabalho, sonha com muitas coisas. Todo projeto é um sonho. Quando você chega no fim, o sonho se realizou. Mas quando você tá adiantado no seu sonho e ele está se realizando é uma alegria muito grande. Eu estou à frente de um projeto que é maravilhoso, tem um texto maravilhoso, escrito por pessoas que são amigas e com quem eu posso trocar com intimidade, com sinceridade, com liberdade. Onde eu posso ouvir as críticas ou os elogios, que eu sei que é para melhorar o processo. Com uma equipe de direção que eu construí num processo de liberdade de colaboração. Com uma equipe de criação e realização que tá feliz, que tá participando.”, diz ele. Isso tudo feito por um elenco que está absolutamente comprometido e realizado porque está podendo fazer o seu melhor. Isso é um sonho em vida. Eu estou em um momento de muita felicidade. E essa felicidade não é só minha, ela é de todos, ela é de quem assiste. Eu sempre acreditei que o que eu faço é colocar espíritos para de alguma maneira inspirar espíritos. Eu não faço nada sozinho. Os atores, os autores, a equipe, nada se faz sozinho. Quando isso tudo acontece, ou seja, quando o encontro se dá, você se encontra com o seu público. E se seu público gosta de você, quer você, torce com você, isso é um momento muito mágico na sua vida”, complementa ele e volta à labuta para um dia todo de gravação no cenário do apartamento de Arthur.
Nos encontros dos corredores
Se tem uma personagem nessa novela que passou por diversos baques e viradas até agora foi Lili. A herdeira vivida por Vivianne Pasmanter apresenta diversas questões e sempre se vê na montanha russa da vida. “Chegamos ao capítulo 100 com muito trabalho, mas com muita alegria. É sempre um grande prazer ir gravar. Não só pela novela maravilhosa que estamos fazendo, mas também pelo clima gostoso dos bastidores. Nessa novela, para onde vou, sinto uma energia muito boa, em todos os núcleos por onde passei. Não posso deixar de falar do meu núcleo, tão delicioso de gravar, com o grande Humberto Martins, já na nossa terceira parceria juntos, Priscila Steinman. que amei desde que conheci, Daniel Blanco também uma delicia de pessoa e de ator, e agora com o Daniel Rocha, uma ótima surpresa esse novo encontro”, comenta a atriz. “Meu muito obrigada aos diretores maravilhosos e tão parceiros e à toda equipe sempre tão querida. Muitíssimo obrigada à Rosane Svartman, Paulo Halm e seus colaboradores por esse personagem tão rico, por esse texto genial e por essa dramaturgia tão confiável. A cada surpresa que vem é possível se entregar por tão bem que escrevem. Dessa novela só lamento não chegarmos ao capitulo 200”, finaliza Vivianne. De passagem e correndo para o set, passa a bela Lavínia Vlasak, que faz questão de parar e deixar seu recado: “Cem capítulos de pura alegria! Não poderia estar mais feliz com tudo e todos”, diz ela toda animada. Para Daniel Rocha, que agora vive par romântico com Vivianne, o clima depois da gravação é tão bom quando durante a mesma. “Essa equipe, tanto elenco como direção, foi uma das equipes que eu mais gostei de trabalhar. O pessoal é unido, tem diálogo, o pessoal se escuta. Estão todos unidos, querendo fazer um bom trabalho e a gente torce um pelo outro, o que é uma diferença bem legal. Os diretores e os atores são gênios, meus parceiros de cena Vivii Pasmanter, Humberto, Ju Trevisol são pessoas que eu quero para o resto da vida. Quero fazer mais trabalhos e mais novelas com eles. Também não posso deixar de citar o Pablo Sanábio como Max. Foi uma das novelas mais emocionantes que eu já fiz, com tanto carinho, mais gostosas de se fazer. O clima after gravação é tão bom quanto o clima de gravação”, comenta o ator.
Uma reprodução muito fiel do pequeno bairro central carioca é a cidade cenográfica por onde quase todos os personagens já passaram. A emblemática Cassandra, de Juliana Paiva, é figura conhecida por todos lá. “Cem capítulos totalmente demais porque temos uma equipe muito unida e muito disposta, acreditando desde a primeira etapa, desde os ensaios, que o produto ia dar certo. Totalmente demais porque o público comprou essa história, vibrou com essa história desde o primeiro capítulo e é totalmente demais porque a gente ainda tem muita história pra contar. O que foi totalmente demais para mim com a Cassandra durante esses 100 capítulos é que eu tive o prazer de fazer as pessoas rirem e isso é uma dádiva, ainda mais nos dias de hoje”, comenta a garota enquanto prova uma das roupas um tanto quanto curiosas da personagem. Se Cassandra está por lá é graças ao Hugo, o dono do Flor do Lácio e pai da garota um tanto maluca e Débora (Olívia Torres). Orã Figueiredo aproveitou para nos adiantar que o “paizinho” vai insistir no amor platônico. “Meu personagem continua às voltas com as armações da Cassandra e a felicidade de ambas as filhas. E continua perseguindo o amor da Carol e a sorte na loteria. Acho incrível a química entre autores, diretores, atores e técnicos que resultou nesse sucesso com a regência do Luiz”, comenta ele. Estreante em novelas, Hélio de La Peña também bateu um papo com a gente: “Essa é a minha primeira novela e eu estou muito feliz de fazer parte desse time campeão, um time de atores super talentosos, bacanas e, sobretudo, muito parceiros. O clima das gravações é muito bom, sem stress, muita zoação, muita brincadeira, muito leve e muita parceria. Os atores se ajudam muito, todos empenhados para um bom resultado. É isso que leva a gente a chegar aos 100 capítulos totalmente demais e chegaremos até o fim totalmente “demaismaismais”. A gente também conta com o talento dos autores e dos diretores para a gente chagar a um produto tão vitorioso”.
Foram dias longos e cheios de gravações para acompanhar e elenco para falar. Já contamos algumas viradas que estão por vir a partir do capítulo 100 e agora foi a vez de abrir um pouco mais desses bastidores. Amanhã tem mais, pessoal!
Foto: Arthur (Fábio Assunção), Eliza (Marina Ruy Barbosa) e Carol (Juliana Paes)
Crédito: Globo/Pedro Curi
O capítulo 100 vai ao ar no canal internacional da Globo nesta quinta-feira, dia 3, nas Américas, e sexta-feira, 4, na Europa, África, Japão e Austrália. ‘Totalmente Demais’ é escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção geral de Luiz Henrique Rios e direção de Marcus Figueiredo, Noa Bressane, Luis Felipe Sá e Thiago Teitelroit.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: ter, 23 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page