Interior Design: Myrna Porcaro - Foto: Ines Antich
Decor

Arte no interior design

Por Myrna Porcaro

É gratificante constatar como nossos clientes e a população em geral vêm nos últimos anos desmistificando a arte como um produto destinado apenas a uma elite e cada vez mais se interessam por conhecer e adquirir obras de arte para compor os projetos de Interior Design. Elas são uma forma de expressão cultural, um produto que transmite uma ideia, uma sensibilidade e mensagem do artista e sempre são atemporais. O mercado da arte é grandioso e vem se sofisticando ao longo dos anos na valorização das manifestações originais que refletem nosso tempo, consagrando toda a arte de outros tempos que comprovam seu valor e nos desafiando a apurar nossos olhos para aprendermos a identificar o que realmente define uma obra.

Inúmeras feiras, exposições, mostras, leilões demonstram que nos nossos tempos a arte se revela imprescindível nos melhores espaços, residências, templos, empreendimentos e até nos equipamentos urbanos das cidades. E, na verdade, sempre foi assim, desde a antiga Roma.

Interior Design: Myrna Porcaro - Foto: Daniel Mansur

Precisamos salientar aqui que uma obra bem escolhida de artista consistente ou renomado tem seu valor perpetuado e quase sempre valorizado ao longo do tempo. São consideradas um excelente investimento pelos grandes colecionadores, que quase sempre são também amantes e profundos conhecedores das principais manifestações artísticas.

Conhecemos casos recentes de famílias abastadas no passado que perderam suas posses e viveram muitos anos revendendo seu acervo de obras e objetos de arte. Quando se fala no uso de obras de arte na decoração de ambientes, muitos ainda pensam que o custo inviabiliza a utilização, mas a boa notícia é que hoje em dia já é possível encontrar peças a preços mais baixos e que prometem valorizar qualquer espaço ou projeto.

As pessoas estão valorizando mais a arte e muitos clientes têm procurado produções artísticas, de profissionais mais novos e ainda pouco conhecidos, mas que são acessíveis financeiramente. E na hora de decorar já separam uma verba para essa “cereja do bolo”.

Existe um universo de possibilidades a escolher, pois são muitas as opções como por exemplo, pinturas, gravuras, fotografias, esculturas, instalações. A orientação e curadoria do profissional do design nesse momento é fundamental. Cabe antes de tudo definirmos os melhores locais no projeto para receber essas peças, buscando a valorização recíproca espaço/peça.

Interior Design: Myrna Porcaro - Fotos: Jomar Bragança

As obras de arte revelam o estilo, as referências e a personalidade dos moradores. Mais que apenas combinar com a decoração do ambiente, portanto, uma peça de arte deve ir ao encontro do seu gosto e de sua sensibilidade. Leve em conta que ao escolher uma obra para exibir em casa, ela passará a fazer parte do seu cotidiano.

É importante também pesquisar sobre a trajetória do artista, sobre a origem da obra e sobre a galeria que está intermediando a venda, se for o caso. Garanta a procedência, exigindo o certificado de autenticidade, e o bom estado de conservação da peça, seja uma pintura, escultura, fotografia, gravura ou qualquer que seja a obra.

E também é imprescindível estarmos informados quanto à qualidade e às características de cada produto para orientarmos os clientes e protegermos seu investimento.

Paredes, tetos (obras aéreas), nichos, prateleiras, halls, corredores, escadas, patamares e jardins. O local de cada obra deve ser bem preparado para o melhor resultado. O ideal é que seja um lugar mais protegido da luz solar e também longe das áreas molhadas.

Interior Design: Myrna Porcaro - Fotos: Jomar Bragança

Quando o assunto é arte, uma coisa é certa: ao inserir obras de arte em um espaço, há um ganho de personalidade. Ganha Vida! Brilha! Por isso, ao utilizar produções artísticas em um ambiente, valoriza-se não só a obra, mas o espaço onde ela se encontra.

Nos projetos de arquitetura e Interior Design mais elegantes e consagrados do passado e da atualidade, observamos a predominância de poucos elementos de produção (adornos) e muitos objetos de arte. Sempre bem colocados e iluminados, sim, espaços com uma boa iluminação são fundamentais. É uma fórmula infalível para o sucesso do espaço!

Interior Design: Myrna Porcaro - Fotos: Jomar Bragança

 

You cannot copy content of this page