Foto: pxfuel.com
Business Economia Luiz Pacheco

10 coisas que vão acontecer este ano com seus investimentos

Por Luiz Pacheco (MBA pela Wayne State University, Gestor de patrimônio e investimentos).

Ah, o começo de ano. Notícias com os melhores investimentos, as estratégias a serem seguidas e projeções aparecem por tudo. Claro, pouca gente realmente acerta, e dos que chegam perto, grande parte teve mais sorte que competência. Por outro lado, a lista abaixo vai te mostrar 10 coisas que vão acontecer este ano com seus investimentos.

1 – Seus resultados em 2020 impactarão como você perceberá seu resultado de 2021

2020 foi um ano bastante atípico. Mas, mesmo assim, a maioria dos investidores não pode reclamar já que o resultado final do ano foi positivo. Assim, esperamos que 2021 seja ainda melhor. É o famoso viés da ancoragem, em que ancoramos nossas expectativas em um valor arbitrário (resultado do ano anterior). Não se esqueça: o que importa é o resultado no longo prazo e não de um ou outro ano específico.

2 – Algo vai acontecer que não faz sentido algum

2020 foi o maio exemplo disso. Possivelmente nada fez sentido este ano! Mas coisas sem sentido ocorrem com mais frequência que podemos imaginar.

Certamente teremos um (ou mais) evento imprevisível este ano. Quando extremos, esses eventos são os famosos cisnes negros, termo cunhado por Nassim Taleb (a leitura do livro A Logíca do Cisne Negro é bastante recomendada). Por definição, são acontecimentos imprevisíveis (apesar de muita gente teimar em fazer listas de Cisnes Negros para o ano), então não há realmente o que fazer contra eles.

3 – Quando o mercado de ações passar por um período turbulento, você se sentirá mais confortável fazendo algo ao invés de não fazer nada

Quando fazemos algo, parece que temos o controle da situação. Então, em momentos de volatilidade, parece que ao comprar e vender ações estamos fazendo algo produtivo para o nosso portfólio. Mas, infelizmente, estas decisões acabam sendo muito prejudiciais à performance no longo prazo.

4 – Outras pessoas vão ganhar mais dinheiro que você

Você verá amigos, conhecidos, talvez até o seu cunhado ganhar mais dinheiro que você. Você irá se sentir mal com isso. Possivelmente, terá vontade de comprar o mesmo investimento/fundo/estratégia deles. Não caia nesta armadilha; um ano é espaço de tempo muito curto para julgar a habilidade de alguém no mundo dos investimentos (veja o item 8).

5 – Sua alocação terá um impacto maior no seu resultado que a seleção dos ativos

Isso é algo que sempre menciono em apresentações e conversas. A alocação (percentual por cada classe de ativo,) é a parte fundamental da estratégia. É ela que vai ditar tanto o risco, quanto o retorno do seu portfólio.

Por isso, mais importante que se preocupar se determinado fundo de ações ou empresa em seu portfólio subiu ou caiu é saber se sua alocação está de acordo com sua estratégia e tolerância ao risco.

Foto: Freepik.com

6 – O melhor investimento que você pode fazer é aumentar sua taxa de poupança

Talvez esse conselho não seja para todos os investidores, mas para quem está em fase de construção de riqueza ele é essencial. Nesta fase, é muito mais importante poupar mais do que investir melhor. Afinal, a base ainda é pequena, mesmo um retorno (ou uma sequência deles) excepcional não fará tanta diferença em termos de volume quanto poupar o máximo possível.

7 – Uma ação, fundo, estratégia ou classe de ativos irá disparar e você iria querer ter comprado mais dela

Em qualquer portfólio diversificado, algo irá se destacar. E muita gente olha para seu relatório procurando os ganhadores e perdedores e fica se perguntando “porque não comprei mais do que subiu?”. Mas como vimos no item 5, o que importa é o resultado geral da sua estratégia e é nele que você deve focar.

8 – Você não conseguirá distinguir entre sorte e habilidade nos resultados de investimentos dos outros

Se fizéssemos um campeonato eliminatório de cara-ou-coroa com toda a população do Brasil, com uma rodada por dia descobriríamos o vencedor após um mês. Certamente, ele daria muitas entrevistas e, quem sabe, escreveria livros ensinando o jeito certo de se jogar a moeda.

No mundo dos investimentos acontece a mesma coisa, temos milhões de investidores tentando as mais diversas estratégias. Em prazos curtos de tempo, diversas deles podem dar certo por pura sorte. Por isso, devemos tomar cuidado com promessas de resultados.

9 – A diversificação vai fazer você se sentir um tolo

Como vimos no item 7, em um portfólio diversificado, algo irá se destacar. O outro lado da moeda também é verdadeiro: algo irá decepcionar. Claro, isso em períodos curtos. Ao longo dos anos, com o resultado da sua estratégia alinhado a seus objetivos e o risco controlado, você terá certeza de que fez a coisa certa.

10 – Tudo parecerá óbvio após os fatos

É sempre fácil montar o quebra-cabeça da história olhando para o passado. Tudo parece óbvio depois que aconteceu. Voltando ao item 2, algum fato irá acontecer este ano que ninguém conseguirá explicar. “Novos especialistas” irão dar explicações mirabolantes para encaixar os fatos em suas teorias (veja item 4), mas, no final, ninguém realmente sabia o que estava acontecendo.

Não sei dizer se as ações irão subir ou cair (“Elas flutuarão”, como dizia J.P. Morgan), se os juros ficarão estáveis ou como o câmbio encerrará o ano. Mas sei que os itens que vimos acima estarão presentes em nossas conversas e análises, não só em 2021 como nos próximos anos.

You cannot copy content of this page