O futebol apoia os heróis da humanidade
Coronavirus Esporte Vida e Saúde

O futebol apoia os heróis da humanidade

Para agradecer pelos esforços feitos e os riscos enfrentados pelos trabalhadores da saúde e outros profissionais que vêm dando tudo que podem para garantir que a sociedade continue a funcionar mesmo diante do coronavírus, craques do futebol, tanto do passado quanto do presente, se uniram para homenagear os heróis da humanidade.

Por todo o mundo, as equipes de profissionais e os voluntários em instalações médicas vêm arriscando as suas vidas diariamente para apoiar a humanidade. Alguns, infelizmente, pagaram o preço mais alto. As pessoas que trabalham ou são voluntárias no cumprimento da lei, nas farmácias, nas lojas, nos supermercados, nos serviços de entrega, no transporte público e na segurança vêm tendo um papel fundamental na proteção do nosso modo de vida.

A todos esses heróis: o futebol agradece, o futebol pensa em vocês e o futebol apoia vocês.

Cinquenta dos maiores craques do esporte fizeram uma homenagem aos heróis da humanidade, aplaudindo os seus esforços na luta contra o coronavírus: Holger Badstuber, David Beckham, Bhaichung Bhutia, Lucy Bronze, Gianluigi Buffon, Cafu, Fabio Cannavaro, Iker Casillas, Deyna Castellanos, Giorgio Chiellini, Charlyn Corral, El Hadji Diouf, Youri Djorkaeff, Han Duan, Magdalena Eriksson, Samuel Eto’o, Pernille Harder, Javier Hernández, Luis Hernández, Kaká, Harry Kane, Carli Lloyd, Harry Maguire, Diego Maradona, Marta, Vivianne Miedema, Ajara Nchout, Michael Owen, Mesut Özil, Norma Palafox, Pavel Pardo, Park Ji-Sung, Pelé, Gerard Piqué, Alexia Putellas, Sergio Ramos, Nicole Reigner, Wendie Renard, Roberto Carlos, James Rodríguez, Ronaldo, Bastian Schweinsteiger, Virginia Torrecilla, Yaya Touré, Marco van Basten, Daniëlle van de Donk, Ivan Vicelich, Arturo Vidal, Javier Zanetti and Zinedine Zidane.

“Queríamos mandar uma mensagem que mostre que o futebol está unido e apoia os médicos, enfermeiros e outros trabalhadores fundamentais que estão ajudando todos nós a passar pelo coronavírus neste momento difícil”, disse Marta. “Do mesmo modo, o coronavírus não irá embora sem lutar e cada um de nós também têm que respeitar as regras estabelecidas por cada autoridade nacional de saúde. Juntos e unidos, nós venceremos”.

“Eu tenho orgulho de mostrar o meu apoio a todas as pessoas que estão trabalhando incansavelmente para defender o nosso modo de vida contra o coronavírus”, acrescentou Pelé. “É um inimigo invisível que atacou as nossas vidas, mas, graças à coragem e à dedicação dos profissionais de saúde em todo o mundo, teremos uma chance de superar isto e seguir em frente. Mando um obrigado infinito para cada um de vocês”.

A campanha em vídeo está sendo publicada em vários canais digitais da FIFA, com atualizações constantes de jogadores de todo o mundo nos dias seguintes. #WeWillWin (#NósVenceremos) também terá o apoio de kits ilustrados para as 211 federações-membro da FIFA e vários veículos de comunicação para facilitar localizações adicionais e amplificar ainda mais a mensagem.

Fonte: FIFA

https://www.youtube.com/watch?v=y69SLXqNPuw&feature=youtu.be

You cannot copy content of this page