Mandala tibetana feita de areia
Vida & Saúde Vida e Saúde

Mudanças

Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Dra. Ana Gouvea

Como você encara mudanças na sua vida? Você tem medo? Ou você se joga e seja o que Deus quiser? Mudanças fazem parte da vida. O nosso corpo está sempre mudando e os nossos filhos crescendo. As nossas relações com amigos, família e companheiros também se modificam com o tempo. Às vezes para melhor, às vezes para pior. Como você lida com isso?

Períodos de intensa mudança podem causar estresse, ansiedade, e até depressão. Muitas vezes procuramos ajuda de um psicólogo nesses períodos de intensa mudança. Por exemplo, podemos precisar de ajuda durante um divórcio, a perda de um ente querido, uma doença inesperada ou uma mudança de emprego. Mudanças “negativas” que envolvem perda e sofrimento são mais difíceis de aceitar.
Mas mesmo mudanças “positivas” podem causar estresse. Por exemplo, mudar para uma cidade nova, o que você queria tanto, pode trazer o estresse da novidade. Será que eu vou me adaptar? Será que o meu inglês está bom? Será que vou conseguir fazer novos amigos? E quando conseguimos a promoção no trabalho que tanto queríamos. Será que eu vou dar conta? Será que o chefe novo é legal? E por aí vamos, cheios de perguntas.

Todas essas perguntas podem se resumir em uma: vou conseguir lidar com o desconhecido? E isso ativa os nossos medos. O medo não é o desconhecido, mas o que pensamos que sabemos sobre o desconhecido. Se tenho problemas de autoestima baixa, o novo vai sempre ativar medos do tipo “não acho que sou capaz”. Se nos preocupamos demais com o futuro, não conseguimos aproveitar o presente e o futuro passa a refletir um monte de “derrotas” que estão apenas nas nossas mentes.

Qual a solução para lidar com as mudanças de uma forma mais saudável? Aceitar que mudanças são inevitáveis. Construir pouco a pouco a autoconfiança de que podemos lidar com mudanças. Quando conseguimos lidar com os nossos medos de mudanças de uma forma mais racional, nos libertamos das inseguranças, sofremos menos.

Os budistas chamam essa mudança constante que caracteriza a existência humana de impermanência. Budistas tibetanos fazem um ritual para representar a noção de impermanência. Nesse ritual, mandalas feitas de areia são desenhadas e pintadas. Esse trabalho pode durar semanas. Quando a mandala está pronta, os monjes a destroem. O simbolismo desse ritual é representar a impermanência de todas as coisas. Então, só nos resta aceitar que mudanças fazem parte da vida. Como aceitamos as mudanças é a chave para a felicidade. Se nos deixamos tomar pelo medo, sofremos até com mudanças positivas. Se botamos os nossos medos em seu devido lugar, ou seja, tratamos os nossos medos como pensamentos, eventos mentais que não necessariamente refletem a realidade, podemos aproveitar as mudanças e desfrutar o momento presente.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qui, 18 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page