Business

Gerenciamento de dados: quem não faz já está atrasado

Contabilidade
Sending
User Review
5 (1 vote)

Por Eliezer Moreira

Quantos dados são emitidos diariamente? Segundo o IBM, o mundo produz cerca de 2,5 quintilhões por dia, sendo que boa parte desse resultado é oriundo das organizações. E, considerando que os dados, na grande maioria das vezes, consistem em informações de cunho confidencial, reforça ainda mais a importância das empresas se atentarem ao gerenciamento desses registros, com o intuito de evitar possíveis consequências.

Atualmente, vemos grande parte das empresas direcionando uma maior atenção à proteção de dados. Esse movimento foi impulsionado, principalmente, com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que entrou em vigor em 2020, e que tem como intuito proteger e regular o tratamento de dados, além de penalizar o não cumprimento das regras que permeiam a utilização dessas informações. Essa norma impactou diretamente as organizações, uma vez que precisaram, a partir disso, reformular seus processos em prol de garantir a conformidade com a legislação.

Contudo, mesmo diante de importantes avanços, ainda assim, essa conduta não é uma realidade em todas as organizações. Isso é, muitas empresas ainda possuem processos internos manuais por receio de migrar para um ambiente em nuvem, bem como não têm uma equipe especializada em realizar essa ação de forma efetiva. Esses fatores abrem margem para uma gama de consequências, como maior suscetibilidade ao vazamento de informações, golpes, riscos de gestão, e penalizações que, de acordo com o Gartner, até 2026, as multas decorrentes do gerenciamento inadequado dos direitos dos titulares de dados, ultrapassarão a marca do US$ 1 bilhão.

Uma importante alternativa para evitar essas complicações é, sem dúvidas, contar com a ajuda da tecnologia. Afinal, ter o apoio de recursos tecnológicos por meio da utilização de sistemas de gestão é um método totalmente eficiente para garantir um gerenciamento de dados. No entanto, é válido destacar que, na hora de escolher o software, é primordial considerar alguns aspectos, como verificar se a ferramenta opera em conformidade com a LGPD e outras normativas que passam por constantes atualizações, além de oferecer máxima segurança, controle e fácil acesso.

Obter um ERP, por exemplo, é uma alternativa viável, uma vez que a ferramenta possui integrado todos esses requisitos, bem como uma ampla aderência às legislações, mantendo-se atualizado frente a mudanças e favorecendo para um maior controle gerencial. Algo que assegura ganhos como redução de tempo em tarefas burocráticas, eliminação de processos arcaicos, proteção contra multas e outras penalizações, além de um melhor desempenho da equipe.

Entretanto, é preciso deixar claro que adquirir um sistema de gestão não resolverá sozinho os problemas de gerenciamento de dados. Para isso, é essencial que a organização tenha todos esses pilares enraizados na cultura empresarial, e que os colaboradores participem dessa jornada. Nesse aspecto, contar com o apoio de uma consultoria especializada nessa abordagem é um diferencial, afinal, o time de especialistas tem aptidão em guiar em todo o processo, a partir de uma análise precisa e identificação daquilo que precisa ser solucionado.

Independente do porte ou segmento da empresa, investir no cuidado e gerenciamento de dados é algo fundamental para garantir o sucesso do negócio. É por meio dessa análise que a empresa conseguirá traçar metas e estratégias, e garantir total segurança no manuseio e importação de informações sensíveis, assegurando ampla conformidade com a legislação. Por isso, para as companhias que ainda não têm um olhar apurado para essa prática, precisam se adaptar o quanto antes.

A tendência é que cada vez mais dados sejam gerados, o que exigirá um rigoroso controle e cuidado frente a gestão dessas informações. Certamente, a tecnologia será sempre uma importante aliada, mas estar preparado frente ao atual cenário de mudanças e transformações, sem dúvidas, será sempre a melhor estratégia.

Eliezer Moreira é sócio-gerente de Data Center na SPS Group.

Sobre a SPS Group:
Localizada em São José dos Campos (SP), a SPS Group atua há 10 anos no mercado ERP, desenvolvendo tecnologias e soluções inteligentes de gestão empresarial. Parceira SAP Gold Partner e eleita a melhor consultoria SAP Business One da América Latina em 2022, além de oferecer as soluções do portfólio SAP, também desenvolve internamente extensões tecnológicas adicionais ao B1, com vasto know-how para atendimento de pequenas e médias empresas dos mais diversos setores da economia como indústria, distribuição, franquias e serviços. E, para as grandes operações, oferece a solução SAP S/4HANA, que permite que as empresas operem de forma inteligente, com processamentos em tempo real, modelos de dados simplificados, automação, Machine Learning, análises preditivas e muito mais. A empresa conta com 146 colaboradores que estão divididos entre as unidades de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Londrina, Caxias do Sul e Manaus todos os consultores especialistas são certificados pela SAP, e já soma mais de 160 clientes em todo território nacional e internacional.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sex, 17 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page