Foto: Pixabay/Syahir Hakim
Dra. Ana Gouvea Vida e Saúde

Gentileza gera Gentileza

O ano de 2020 foi esquisito e difícil para todos. Começou com os incêndios florestais na Austrália que destruíram milhões de acres de florestas, mataram várias pessoas e dizimaram milhares de coalas. Logo depois veio a pandemia que ainda está infectando e matando milhōes de pessoas pelo mundo, mudando a rotina de todos e estabelecendo um novo normal. Ao mesmo tempo, o assassinato de George Floyd pela polícia em maio gerou protestos no mundo inteiro e exacerbou tensões raciais nos Estados Unidos.

O famoso jogador de basquete americano Kobe Bryant e sua filha morreram em um acidente de helicóptero. Chadwick Boseman, o ator de Pantera Negra, perdeu a batalha para o câncer deixando milhões de fãs sem o seu herói. A juíza da Suprema Corte americana Ruth Bader Ginsburg, a famosa RBG, pioneira na luta pela igualdade de gênero, também perdeu a sua batalha com o câncer.

Em agosto, incêndios florestais na costa oeste dos Estado Unidos dizimaram outros milhões de acres de floresta. As eleições presidenciais nos Estados Unidos tiveram um recorde de votação e ao mesmo tempo mostraram uma nação dividida aonde muitas vezes as pessoas parecem viver em realidades paralelas. E a pandemia que não acaba… Ufa… sim… que ano…

E como achar forças e esperança para as festas de fim de ano e para o novo ano? Nesses tempos de tanto sofrimento e de tanta divisão é importante lembrarmos que todos nós sofremos, temos medos, temos sonhos… que somos interdependentes e que somos todos seres humanos. Não vamos resolver os problemas do mundo ou melhorar a nossa saúde mental com ódio, raiva e ressentimentos. Precisamos de gentileza para curar as feridas do mundo e para curar as nossas feridas emocionais.

Uma cena que viralizou em 2020 foi o vídeo de uma mulher na Austrália que ao ver um coala com queimaduras chorando no meio de um incêndio saiu correndo, tirou a sua blusa e salvou o coala do fogo. Empatia, compaixão, gentileza.

Pesquisas científicas na área de saúde mental mostram que atos de gentileza aumentam a energia, a calma, a longevidade, a felicidade e diminuem a depressão. Então a minha dica de saúde mental para o fim de ano e o ano novo é ser gentil. Gentil com você mesmo. Preste atenção nos seus pensamentos. Você é gentil com você mesmo ou se critica o tempo todo? Seja gentil com os outros também. Lembre-se que o familiar ou amigo que votou no candidato oposto tem os mesmo medos e sonhos que você. Seja gentil com alguém nessas festas de final de ano. Seja gentil todo dia. Você vai se sentir muito melhor. Como dizia o profeta “gentileza gera gentileza”.

Por Dra. Ana Gouvea
Terapeuta (Conselheira de Saúde Mental, MHC), Certified Clinical Trauma Professional, certificada em Atenção Plena (Mindfulness) no tratamento de crianças e adolescentes e um Ph.D. em linguística. www.anagouvea.com, @dranagouvea, (305) 918-2533, dranagouvea@gmail.com.

You cannot copy content of this page