Estados Unidos, México e Canadá
Esporte

Estados Unidos, México e Canadá sediarão a Copa de 2026

No último dia 13 de junho, a Fifa anunciou que, com 134 votos, a candidatura tripla de Estados Unidos, México e Canadá foi a grande vencedora da eleição para sediar a Copa do Mundo de 2026. O Marrocos, outro concorrente, obteve 65 votos. Essa será a primeira vez que três países sediarão uma edição de Copa do Mundo. Em 2002, Japão e Coreia do Sul foram sedes; já nas demais, apenas um país abrigou o evento. Outra novidade sobre a Copa de 2026 é que o número de seleções saltará de 32 para 48, fazendo com que o evento tenha bem mais jogos.

A mudança deve ser boa em termos econômicos, já que atrairá ainda mais turistas, porém, no aspecto esportivo poderá ser um fiasco, pois se nesta Copa de 2018 vimos equipes muito fracas, como Arábia Saudita, Egito e Panamá, o que podemos esperar de um torneio inchado? Apesar de a Copa de 2026 ser disputada em três países, a maioria dos jogos ocorrerá nos Estados Unidos. Estima-se que das 80 partidas, 60 sejam aqui, incluindo a grande final. Para abrigar tantas seleções, haverá jogos em 17 locais dos Estados Unidos, incluindo Orlando e Miami. Os estadunidenses já sediaram, com sucesso, a Copa de 1994, mas sabem que terão que investir muito na construção e na reforma de novos estádios, pois o chamado “Padrão Fifa” é bem rigoroso e quer tudo impecável. O México entrará para a história por ser o primeiro país a sediar três Copas do Mundo: 1970, 1986 e 2026. Já o Canadá, pela primeira vez receberá o evento e precisará trabalhar muito na popularização do esporte, uma vez que o futebol é praticamente amador no país.

Foto Conmebol/Fifa

You cannot copy content of this page