Dysmorphia - Bella Cardim
Arte Blima Efraim

Bienal 2022 – Bella Cardim no Arte e Centro Cultural de Hollywood

Sending
User Review
0 (0 votes)

Quem me conhece sabe que sou artista plástica desde que nasci, mas até o dia de hoje eu não me aventurei a participar de uma Bienal. Quem sabe um dia desses eu me inscrevo e tenho a sorte de ser uma das escolhidas como foi a fotógrafa e artista brasileira, Isabella Cardim Faro. Ela tem o talento, a arte e uma incrível história por trás de suas obras conceituais. “Bella Cardim”, como ela é conhecida, foi selecionada junto a 23 artistas, para participar da 11ª edição da “2022 Florida Biennial “, promovido pelo Arte e Centro Cultural de Hollywood.

Esta 11ª edição da Bienal foi julgada por Ylva Rouse, curadora sênior do MOCA Jacksonville. Rouse revisou mais de 1.000 trabalhos enviados de 349 artistas de oito condados da Flórida.

Nascida no Rio de Janeiro, Bella Cardim formou-se em Design Gráfico enquanto desenvolvia sua paixão e carreira na fotografia. Ao longo de mais de 20 anos Bella experimentou em diversos ramos da fotografia, se especializando em fotografia de gastronomia criando uma carreira sólida. Atualmente morando em Miami e terminando seu mestrado em Artes Visuais, Bella desenvolveu um trabalho autobiográfico e conceitual onde ela explora sua relação com a comida. Sua pesquisa artística revela fome emocional, explora questões como transtornos alimentares, autoimagem e consciência corporal em tempos contemporâneos.

Bella me contou que ela e sua família se mudaram do Brasil para os Estados Unidos no início de 2019, sem nem imaginar o que estariam prestes a viver. Poucos meses depois seu marido sofreu um grave acidente que levou a sua hospitalização e uma longa e extenuante recuperação. Após o trauma inicial Bella passou a ver seu entorno com outros olhos e decorrente a este trauma ela fez nascer uma série de trabalhos onde explora e expõe sentimentos íntimos. Bella mostrará alguns desses trabalhos na Bienal. Essa série acima mencionada se chama “(Eu Também Fui) Atropelada”, “(I ALSO WAS) RUN OVER”.

Bella diz: “Nesta série, literalmente atropelei comida para lidar com a memória que me acompanhava desde 2019, quando meu marido andava de bicicleta e foi brutalmente atropelado.

Lembro-me de estar na sala de espera do hospital, sem poder vê-lo por horas, enquanto meus amigos recebiam fotos do acidente. Os olhares, os movimentos dos dedos nas telas dos telefones e o esforço para fingir que não era “tão ruim “até que eventualmente alguém disse que havia esguichos de sangue no asfalto. Como uma pessoa muito visual, minha mente instantaneamente começou a criar imagens e, desde então, essas imagens fazem parte do meu imaginário”.

Através de um olhar investigativo, a artista está retratando questões atuais. – O falso universo da Internet, onde muita gente aparenta ser o que não é. Visualizo a relação corpo/comida/aparência, se solidificando no trabalho de Bella.

Sobre a série DYSMORPHIA, Bella diz: “Em 2020, um ano em que as pessoas foram forçadas a serem vistas através de câmeras, julgadas pela aparência e pressionadas a sempre parecerem impecáveis (mesmo que com um pouco de ajuda de filtros digitais), senti vontade de falar sobre como vemos e apresentamos nós mesmos aos outros.

Eu usei a “Dismorfia” como ponto de partida para o meu projeto. Para ilustrar esse conceito, fotografei vegetais e frutas, como uma representação do corpo, usando uma lente de aumento para alterar a aparência e evidenciar falhas ou defeitos naturais ao espectador.
Outra série de muitas outras que vocês podem encontrar no website da artista é a série “RESTRAINED (2021)”. “Nesta escultura eu exponho a minha relação com o fio (elemento têxtil), com meu corpo e a comida. Muitas vezes durante a minha vida, senti-me restringida pelas minhas próprias roupas, na maioria das vezes a restrição chega a causar desconforto e até uma sensação de sufocamento.

Os meus parabéns à Bella pela conquista, e pelo trabalho. Espero que vocês possam comparecer `a Bienal que está sendo organizada pela curadora do Centro, Meaghan Kent, e estará em exibição de 15 de outubro de 2022 a 5 de fevereiro de 2023.

O Art and Culture Center/ Hollywood fica no 1650 Harrison St. Hollywood, Fl 33020. 954.921.3274 e o e-mail para mais informações é o info@artandculturecenter.org

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 17 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page