Art & Art Gallery expõe telas de Maximo Caminero
Arte

Art & Art Gallery expõe telas de Maximo Caminero

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Wynwood, quinta-feira dia 1 de junho de 2017
Noite de inauguração da exposição do artista Maximo Caminero na Art & Art Gallery em Wynwood.
Você se lembram do artista Maximo Caminero que visitou o Pérez Art Museum, em Miami em fevereiro de 2014 e quebrou o vaso de jarro da dinastia Han,que tinha cerca de 2.000 anos, avaliado em cerca de US$ 1 milhão de dólares? Na época Maximo, disse que sua ação foi um ato consciente de protesto. Segundo o artista, nascido na Republica Dominicana, o museu, aberto em dezembro de 2013, só estava exibindo arte internacional e sua intenção era falar em nome dos “artistas locais em Miami que nunca foram expostos nos museus da cidade”.
Ele chegou a ser detido e indiciado por prejuízo criminoso. Mas foi colocado em liberdade e poderia ter sido condenado a até cinco anos de prisão.
As telas possuem títulos simples que traduzem facilmente a ideia do artista em cada trabalho. Um de seus trabalhos é uma homenagem ao Rio de Janeiro. Maximo que já teve uma namorada brasileira passou uma temporada no Brasil e fez questão de eternizar a sua visão artística do Rio de Janeiro.
Maximo Caminero estará expondo telas de vários tamanhos até o final de julho de 2017, a entrada é franca e vale a pena conferir.

Serviço:
Art & Art GAlklery
333 NW 23rd St Miami, Florida – (786) 375-5578
@ArtnArtwynwood

Sobre: Maximo Caminero
Nascido na República Dominicana em 1962. O trabalho de Maximo Caminero está enraizado nas antigas formas de Taiho (primeiros habitantes das Antilhas) que ressoam no presente com uma óptica moderna. A versatilidade de suas pinturas adornando o horizonte do Caribe, tocando sem se esconder, o legado africano. A captura da essência física desses desejos. Seu trabalho como ele próprio o define: “É um reflexo do pensamento”, onde nós vagamos em um mundo mais real, além do que é feito pelo homem, tudo é filosofia, ele diz e acrescenta, nada é encontrado, o homem cria seus sonhos e irreal e É baseado em mundos fictícios. Eu não escaparei e criarei meu próprio mundo, meu idioma. Embora a minha história seja recriada no dia a dia, na luta humana em seus defeitos e efeitos, o subconsciente e isso se manifesta, soberano e de incógnito, minha religião, ele conclui, é incerteza, porque também sei, nada. Apoiado por uma série de críticos de prestígio. Suas obras foram leiloadas em casas de prestígio na América e algumas adquiridas por museus americanos.
Fotos: Antonio Martins

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 25 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page