Música

Álbum de Vanessa da Mata ganha produção em vídeo

Em 17 de janeiro, o ano começou com Vanessa da Mata apresentando pela primeira vez na Lapa, no Rio de Janeiro, o álbum “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina”, seu sétimo álbum de estúdio e o mais autoral de todos, um dos mais aclamados da carreira. Nesta sexta-feira (27), chegam às plataformas digitais e no YouTube, os dois primeiros registros do novo projeto “Nossos Beijos Ao Vivo No Circo Voador”: “Nossa Geração” e “Tenha Dó de Mim”, música que em sua versão original traz vocais do rapper baiano Baco Exu do Blues e guitarra de Davi Moraes, e é um dos destaques do disco.

“Fazer show no Circo Voador é sempre uma emoção enorme, por isso eu quis divulgar esses registros. É um clássico gravar ao vivo no Circo e eu nunca tinha feito isso. Para mim, Tenha Dó de Mim exala paixão, e ver as pessoas cantando, abrindo uma exposição como em uma grande galeria expondo sentimentos, aonde cada vez mais somos tolhidos com nossos instintos e sensações, julgados por religiões, moral, robotização e não empatia por grupos diferentes e em uma aclamação intensa que é esse show, tem tudo a ver com a ideia do ao vivo. No Circo, as pessoas se expressam de acordo com essa festa, essa farra e essa coisa Macunaíma de Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina abrindo, que é feminina, maternal, felina e selvagem ao mesmo tempo, sem limitação e rigidez, completamente solta, foi um prazer. Ter esse registro ao vivo na minha carreira, na minha obra, vai ser de muito boas-vindas”, conta Vanessa.

Assista “Tenha Dó de Mim (Ao Vivo).

Sobre “Nossa Geração”, a cantora avalia o fato de ser uma música, como define a artista, premonitória: ”Quando fiz essa canção, ela me pareceu muito forte, e a sensação que se deu logo em seguida, na quarentena, contou muito. Parecia uma coisa premonitória, porque logo em seguida a gente não podia se beijar mais, estávamos escondidos, tivemos desmatamento, e a música fala exatamente disso “Não deixem silenciar a orquestra, existem violinos, tubas e percussões / Não deixem silenciar a orquestra / Florestas, cores, gente, cheia de sensações / Nossa geração só polui o mundo”, que as florestas são uma orquestra divina e que cada uma tem sua importância. Eu acho que as duas músicas são interligadas, e mostrar a força do disco ao vivo é imprevisível, justamente nesse momento de quarentena”.

Assista “Nossa Geração (Ao Vivo)”.

O projeto “Nossos Beijos Ao Vivo No Circo Voador” trará quatro lançamentos, cada um disponibilizando duas faixas distintas. Ao todo serão oito clipes, que estarão disponíveis no canal de Vanessa da Mata no YouTube até o fim de janeiro.

Foto: Tuiki
You cannot copy content of this page