Pets

Como evitar a Doença Articular Degenerativa nos pets

Sending
User Review
0 (0 votes)

A doença não tem cura e acaba restringindo a movimentação natural dos pets, mas algumas atitudes podem prevenir ou retardar sua aparição

A Doença Articular Degenerativa (DAD), também conhecida como osteoartrite, acontece devido ao desgaste da cartilagem presente nas articulações e é um problema comum em cães e gatos, afetando cerca de 25% dos animais de estimação. Apesar da maior incidência da DAD ser diagnosticada em animais mais velhos, ela pode se desenvolver em qualquer fase da vida do pet e progredir com o passar do tempo.

“A Doença Articular Degenerativa não é simples de ser diagnosticada. É uma doença de caráter silencioso, cujo início é quase imperceptível, destacando sutis alterações de comportamento dos animais. Por estas razões, muitas vezes ela só é diagnosticada em seu estado mais avançado, já com os pets mais velhos”, Tais Motta Fernandes, médica-veterinária gerente de produtos da Avert Saúde Animal.

Diferentes fatores são responsáveis por causar a DAD como excesso de impacto na articulação, fraturas intra-articulares, sobrecarga por excesso de peso, além de fatores genéticos que podem fazer com que a DAD se desenvolva precocemente.

“Os principais sinais de que o pet está com Doença Articular Degenerativa são a dificuldade para se levantar, pular, menor disposição para brincar, necessidade de encurtar os passeios ou de parar várias vezes, manqueira ocasional e, como consequência da restrição de mobilidade, aumento de peso. Além disso, a DAD não tem cura, apenas tratamento que reduz os seus sintomas e que deve acontecer pelo resto da vida do pet”, Tais alerta.

Diante destas informações, a profissional trouxe algumas dicas que podem auxiliar na prevenção da Doença Articular Degenerativa nos pets e que devem acontecer desde filhote:

1 – Atividade física moderada:

            Atividade física faz bem para humanos e para animais, desde que não seja muito intensa. O excesso de esforço colocado sobre algumas articulações podem acelerar o processo de degeneração, que é maléfico para o pet. Saiba respeitar os limites do seu pet e, se tiver dúvidas, opte sempre pela caminhada ou passeio no parque, onde o pet possa correr livre e descansar quando sentir necessidade. Sempre que possível, peça a orientação do médico-veterinário.

2 – Alimentação balanceada:

            A alimentação balanceada dos pets auxilia na nutrição adequada das articulações e também evita que o pet desenvolva sobrepeso, que pode ser um fator agravante para a saúde articular. Ela pode ser realizada através de ração comercial (premium ou superpremium), ou alimentação natural – desde que este último seja muito bem orientado por um médico-veterinário nutrólogo.

3 – Evite sobrecarregar as articulações:

Ações que exigem muito esforço articular, como pular para subir ou descer de locais altos são prejudiciais para as articulações do pet, isso pode ser amenizado com o uso de rampas ou pequenos degraus para facilitar o acesso ao pet. O mesmo vale para ambientes com o chão muito liso, que dificulta que o animal caminhe ou corra tranquilamente sem escorregar – neste caso, opte por colocar tapetes e trilhos no chão para que o pet consiga se locomover de forma adequada.

4 – Suplementos nutricionais:

Suplementos que tem condroitina, glicosamina, colágenos e ômega-3 na sua formulação ajudam a nutrir e proteger as articulações dos pets, mantendo-as fortes e saudáveis, e podem ser incorporados à rotina alimentar do pet, especialmente para as raças que têm predisposição a apresentar problemas articulares quando mais velhos. A suplementação deve seguir a orientação do médico-veterinário para que esteja de acordo com as necessidades específicas de cada animal.

5 – Visitas rotineiras ao médico-veterinário:

Manter a periodicidade na visita ao médico-veterinário é importante para a detecção dos primeiros sinais de problemas articulares, que podem ser muito sutis. A rotina de consultas também ajuda o profissional a acompanhar o desenvolvimento do animal e avaliar o escore corporal do pet, instruindo alterações na dieta caso exista alguma necessidade de redução de peso.

Sobre a Avert Saúde Animal

Avert Saúde Animal é uma divisão da inovadora farmacêutica Biolab e atua no mercado veterinário desde 2013 com o compromisso de colaborar com o acesso às melhores práticas farmacêuticas, para o desenvolvimento contínuo da medicina veterinária brasileira. Possui em sua linha: medicamentos, nutracêuticos e dermocosméticos para cães e gatos e o investimento em tecnologias de produção e busca pela inovação para a saúde e bem-estar animal é constante. Acesse: www.avertsaudeanimal.com.br

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sáb, 18 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page