Arte Eventos Imigração News

Set/12 – Arte Sobre Imigração, Separação Familiar, e o Poder da Mulher

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

O artista brasileiro Jônatas Chimen destaca o papel da mulher na imigração e na preservação da família em sua mais nova exposição “5 Madonnas in Exile (ou, A Catedral dos Refugiados do Touro Ascendente),” onde quadros, videos, instalações e composições sonoras do artista compõem uma experiencia altamente imersiva para o visitante.

Como imigrante de primeira geração e descendente de exilados sefarditas que sofreram conversões forçadas, perseguições, e expulsão durante a Inquisição na Península Ibérica, Jônatas explica que grande parte do legado de sua família sobreviveu a uma diáspora de 500 anos devido à bravura de algumas mulheres de sua familia.

“Essas mulheres garantiram que a família não se desmoronasse em nosso exílio. Elas foram nossas líderes espirituais, culturais, e até mesmo empresariais. Elas foram e ainda são implacáveis. Sempre usávamos o título de Dona ao falar com elas, como um sinal de respeito e admiração. Mas porque elas eram tão virtuosas, eu as chamo de “Madonas.”

Essa história de exílio e conflito religioso na narrativa de Jônatas desempenha um papel importante em seu discurso visual; elementos como a catedral e o touro são diretamente relacionados a esse fundo histórico.

“O touro, sempre confiável, está disposto a fornecer a força necessária por um custo muito baixo. Porém em tempos convulsivos, de euforia, ou de fome, ele é sacrificado na arena das touradas. Da mesma forma, imigrantes são apreciados em épocas de abundância e paz, mas em momentos de crise, muitas vezes são marginalizados e sacrificados, as vezes não apenas retoricamente. Isso tem acontecido atualmente ao redor do mundo.”

Dentro da exposição existe uma catedral feito de tecidos, e dentro dela, o visitante se encontra num labirinto em forma de espiral, o qual enfatiza ainda mais a experiência desorientadora de se estar em exílio ou numa situação de limbo imigratório. Isso é exatamente oque está acontecendo com as crianças enviadas à centros de detenção de imigrantes nos EUA, onde elas se veem perdidas num ambiente desconhecido e hostil.

No final desse labirinto há um altar, onde vários televisores mostram uma performance em que Jônatas navega em uma jangada pelos canais de Miami, atravessando o mar aberto, e chegando à uma ilha deserta. Enquanto Jônatas navega, ele esta vestido com um terno, gravata-borboleta, e carrega uma maleta de viagem, tipicamente usada pelo artista em varias de suas obras. Sua vestimenta mostra a compostura constante que um imigrante deve ter diante de um futuro desconhecido. Essa performance também se refere ao fato da maioria dos imigrantes que chegam à Miami buscando asilo virem através do mar. Jônatas enfatiza a região de Miami por ser onde ele vive a mais de 20 anos, onde ele tem seu estúdio e é professor de arte no Broward College.

No interior de seu santuário, o artista espera que o visitante chegue a tal conclusão; de que individualmente somos quase insignificantes e demasiadamente singelos, como pequenos fios de linha. Porém juntos, somos tão fortes como um grande e belo tecido. Juntos podemos sim nos tornar o tecido social necessário para a formação de um futuro muito melhor para todos.

A recepção de Abertura será no dia 12 de setembro na Galeria de Arte do Broward College (South Campus), das 18h às 21h.

Jonatas Chimen, MFA.
954-770-5407
artofjonatas@gmail.com
www.theartofjonatas.com/5-madonnas-in-exile

 

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 25 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page