Programe-se

Regina Duarte volta à TV com personagem gay

A atriz Regina Duarte é daquelas que fazem falta quando fica algum tempo longe da telinha. Mas a boa notícia para os fãs da eterna “namoradinha do Brasil” é que ela está de volta para viver mais uma personagem marcante, que promete ficar na história. Na nova novela das seis da Rede Globo, Sete Vidas, Regina será Esther, uma mulher cheia de personalidade, experiente, mãe de dois filhos e… Homossexual. Um novo e inusitado personagem para uma das maiores atrizes da televisão brasileira. Confira a entrevista com a atriz.

Quem é essa mulher que traz você de volta às novelas?

A Esther é uma mulher articulada, contundente nas suas crenças e opiniões, cheia de personalidade. Uma mulher que foi contaminada por toda uma onda feminista dos anos 70. Ela correu o mundo, estudou na Califórnia e provavelmente esteve em Woodstock. A Esther é de uma geração que para mim é muito clara, porque é a minha geração. Ela é muito do que eu quero ser quando crescer. A Esther tem uma coisa épica, linda. É uma mulher muito ideal, como costumam ser as heroínas de telenovelas.

A Esther é uma mulher homossexual mãe de dois filhos, uma personagem bem diferente das muitas outras que você já fez. Como acha que o público vai recebê-la?

Eu não sei como o público vai receber. Mas, de qualquer forma, acho que falar disso é bom, é saudável. Tem gente que gosta do assunto, e gente que não. O fato de ter sido divulgado, logo no início das gravações, que ela era uma homossexual provocou um interesse imenso, extraordinário, que me assusta e que me deixa chocada de perceber o quanto que o fato dela ter vivido um casamento homossexual possa impressionar tanto as pessoas. A Esther é uma pessoa que tem uma infinidade de qualidades que a gente pode enumerar antes de chamá-la de homossexual. Ninguém chega para descrever alguém dizendo: “Conhece fulano? Aquele que é gay?” Não é estranho? Eu jamais descreveria alguém assim. A Esther é uma mulher solar, extraordinária, bacana, aberta, livre e que assume as suas preferências, sempre pronta para as modificações que a vida traz.

Você gostaria de ter estado em Woodstock?

Adoraria. Eu mostro para os meus filhos. É um momento histórico muito interessante que resume muito da postura de uma geração, de rebelião, de lutar contra todas as normas.
Você, Regina, diria que também tem essa alma libertária?

Eu tenho. Ainda mais com essa personagem que é mais libertária ainda. É muito legal.

Foto: Divulgação Globo/Estevam Avellar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qui, 29 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page