Arte

Primeiro museu de água doce do mundo é brasileiro e fica em Bonito

Sending
User Review
0 (0 votes)

Os museus subaquáticos já existem no Chipre, França e México, mas é no Brasil que a atividade ganha a categoria inédita em água doce.

Conhecida pelos rios de águas cristalinas, grutas históricas, cachoeiras exuberantes e rica diversidade de fauna e flora, a cidade de Bonito – MS é um dos principais destinos de ecoturismo no Brasil. Os atrativos incluem experiências imersivas na natureza por meio de trilhas, flutuações e mergulhos, por exemplo.

Mas agora, quem decidir viajar para Bonito também poderá conhecer o primeiro museu subaquático de água doce do mundo. A nova atração foi inaugurada no final do ano de  2021 e fica localizada no Lago da Capela, na Nascente Azul, a 32km do centro da cidade. 

O acervo do museu reúne esculturas gigantescas confeccionadas com malha de arame inoxidável e cimento pH neutro, instaladas em um lago com cerca de quatro mil m²  e quatro metros de profundidade. Além das peças, o local abriga uma ampla biodiversidade aquática, com peixes como pacu, lambari, dourado, piraputanga, entre outros. 

O propósito do museu subaquático 

De acordo com organizadores, o objetivo do museu é criar um espaço na natureza para que artistas da região possam se expressar por meio de obras de arte. 

A primeira exposição, chamada “ciclos”, abordou a relação da humanidade com a natureza, ressaltando a importância da preservação ambiental, além de provocar uma interação embaixo da água entre visitantes e as peças. Vale lembrar que Bonito é um importante polo do ecoturismo no Brasil e a pauta de sustentabilidade é levada à risca pelas propriedades e autoridades locais. 

A ideia é que as obras de arte integrem-se ao ambiente e sirvam de abrigo para os peixes. Além disso, o ecossistema do local e a própria água possuem alta concentração de calcário que, aos poucos, irá transformar as peças, unindo o trabalho do homem ao da natureza. 

O que é preciso para visitar o museu 

Para realizar qualquer atividade, os turistas precisam entrar em contato com agências de turismo em Bonito. Os passeios na cidade demandam reservas feitas com antecedência, pois possuem limite diário de visitação e são realizados em horários agendados.

No caso do museu, a visita é realizada em pequenos grupos, com número máximo de quatro pessoas, sempre acompanhadas por instrutores. A visitação ocorre por meio de um mergulho de cilindro com duração média de 40 minutos. A prática conta com certificado de segurança no turismo de aventura, emitido pela ABNT e é o único mergulho do Brasil com a declaração. 

Por tratar-se de uma atividade segura e em ambiente controlado, a visitação também pode ser feita por crianças a partir dos 10 anos de idade e não exige nenhum tipo de experiência anterior em mergulho. No entanto, a prática não é recomendada para gestantes. 

Países como Chipre, França e México já possuem museus subaquáticos, porém, em águas salgadas. O museu de Bonito é, portanto, o primeiro do Brasil e o único do mundo na categoria de água doce. Além do museu, os turistas que visitarem o local também podem realizar atividades de contemplação, aventura e flutuação. 

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

CurrencyRate

Advertisement

You cannot copy content of this page

X
X