Prédio principal do MACA projetado por Carlos Ott - Foto: divulgação MACA
Arte

Um templo para celebrar artistas de todas as Américas

Sending
User Review
0 (0 votes)

O Museu de Arte Contemporânea Atchugarry – MACA, inaugurado em janeiro passado, em Manatiales, antigo porto de pescadores nos arredores de Punta del Este, é o templo das artes modernas do Uruguai, do Rio da Prata e de todo o continente americano. “Acho que MACA pertencerá à humanidade e que, como um navio carregado de arte, vida e sonhos, nos levará a um mundo de maior compreensão e amor”, diz o Pablo Atchugarry, artista plástico e idealizador da Fundação que abriga o espaço.

Jardim de exposições

Pablo Atchugarry é filho de um construtor, Pedro Atchugarry Rizzo e María Cristina Bonomi, um casal apaixonado por artes, e desde de pequeno alimentava seguir esse caminho. Os primeiros trabalhos foram através da pintura, mas depois foi descobrindo outros materiais como cimento, ferro e madeira. Logo participou de exposições coletivas pelo Uruguai, Argentina e Brasil. No final dos anos de 1970, foi aperfeiçoar suas técnicas na Europa e realizou as primeiras exposições individuais em várias capitais do velho mundo. Em 1979, descobriu a elegância do mármore e passou a trabalhar em Carrara, com obras que marcariam a sua carreira para sempre. Atualmente muitas de suas esculturas estão em praças públicas de Montevidéu e Punta del Este, além de outras cidades pelo mundo. A Pietà, esculpida, a partir de um único bloco de mármore de 12 toneladas, tem um local único no Museu, em uma capela especialmente construída para abrigar a obra. Em 2002, Carrara na Itália concedeu o prêmio Michelangelo à Pablo Atchugarry.

Peça elíptica do brasileiro Arthur Lescher
Peça elíptica do brasileiro Arthur Lescher

“Existia uma preocupação comum entre artistas e colecionadores, que era pensar onde iriam parar suas obras, fruto de uma vida, da paixão que sempre os acompanhou”, lembra Atchugarry. “Assim, há alguns anos nasceu a ideia de construir o museu, que é de certa forma o patrimônio cultural que deixo para o Uruguai”, completa. O local compreende vários prédios e um imenso jardim de esculturas, projetados pelo também uruguaio Carlos Ott, famoso pela nova Ópera da Bastilha, em Paris. A construtora, fundada pelo pai e pelo irmão de Pablo Atchugarry, foi quem tocou a obra.

Pablo Atchugarry
Foto: divulgação MACA

Exposições

O MACA tem uma ala inteira dedicada aos projetos do casal Christo e Jeanne Claude pelo mundo. Trabalhos que “embalaram” o Reichtag, em Berlim, a Ponte Neuf, em Paris, ou as passarelas flutuantes no lago de Iseo, no norte da Itália e os guarda-sóis no Japão e EUA. A exposição mostra as primeiras obras dos artistas com revistas alemãs ou mesmo uma edição do New York Times igualmente embaladas.

Ala inteira destinada ao casal Christo e Jeanne Claude

O Museu tem também exposição de heliografias do argentino León Ferrari, segundo The New York Times, “um dos cinco artistas mais provocadores e importantes do mundo”. A obra de Ferrari explora a dicotomia dos dias atuais de ordem e caos, principalmente vivenciada nas grandes cidades. Desenhos de centros urbanos com formatos estandardizados ou residências que trazem sensações de restrição e claustrofobia, evidenciando as tensões da vida moderna.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

CurrencyRate

Advertisement

You cannot copy content of this page

X
X