Seu pet precisa interagir e o parque é o melhor lugar para isso. Foto: Pexels/Sebastian Comant
Cecilia Magalhães Pets

Parques, um risco necessário

Drª. Cecilia Magalhães é médica veterinária há 39 anos. Atende em domicílio. E-mail: info@vethomeexpress.com | vethomeexpress.com | (954) 243-0269 | facebook.com/vethomeexpress | instagram.com/vethomeexpress/
Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Hoje entendemos mais do que nunca que quando estamos isolados em casa, dia após dia, há uma grande tendência a ficarmos tristes, desmotivados, estressados e desenvolvermos depressão. Parece inacreditável, mas o mesmo se passa com os nossos companheiros de quatro patas.

Por isso, é muito importante levarmos nossos pets para longos passeios, exercícios, corrida e até uma brincadeirinha animada no parque. Eles precisam ter tempo para explorar os “cheiros da vida” e não somente uma caminhada rápida para uso do banheiro.

Temos muitos parques e praias na Flórida onde podemos passear com nossos cães. Já para os gatinhos o lugar mais seguro é em casa, onde você pode lhes proporcionar diversão mental, estimular as brincadeiras de caça, que gatinhos adoram, e outras que estimulem o seu gato a exercitar.

Os ambientes de convivência social são essenciais a saúde do seu pet, mas vamos entender alguns cuidados necessários para poderem desfrutar desses momentos especiais de convívio sem grandes riscos:

  1. Mantenha constante controle contra pulgas e carrapatos. Os produtos podem variar de uso, sendo mensal ou trimensal, de comprimidos a soluções aplicadas no pelo e de produtos únicos ou combinados. Converse com o seu veterinário para juntos decidirem o ideal para o seu pet.
  2. Mantenha as vacinas atualizadas todo o tempo, principalmente as de filhote. Uma das maiores dúvidas é quando seria o momento mais propicio para começar a levar um filhote para conviver com outros amiguinhos. Estudos recentes mostram a importância de socializar os filhotes antes das 12 semanas de idade. Não ignore essa oportunidade de ajudá-lo a se tornar mais sociável.
  3. Mantenha calma ao apresenta-lo aos novos companheiros. Procure similaridades nas brincadeiras, observe como eles reagem uns com os outros. Quando estiverem brincando bastante crie momentos de descanso – “time-out” – para evitar irritabilidade e brincadeiras mais agressivas.
  4. Leve água fresca para você e seu pet. Aproveite esse tempo juntos para fortalecer o treinamento e amizade com alguns biscoitinhos saborosos.
  5. Mantenha o seu grande amigo livre de vermes intestinais. Cães e gatos podem ter vermes em qualquer fase da idade. Existem muitas crendices relacionadas a presença de vermes intestinais no seu pet, no ambiente e até em você. Muita atenção, pois existem vermes que o seu pet pode transmitir para você e sua família. Para manter todos seguros, faça um programa de vermifugação anual com o seu veterinário.

Essas são dicas para ajudá-los a desfrutar de passeios agradáveis com baixo risco. A convivência social é extremamente importante para o desenvolvimento saudável do seu companheiro. Converse com seu veterinário para se informar sobre os melhores preventivos e quando começar a socialização do seu pet, e simplesmente divirta-se.

Seu grande amigo fica feliz passeando pelo parque. Foto: Freepik/Cookie Studio

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 17 jun.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page