O que esperamos com a chegada de um novo ano?
Uncategorized

O que esperamos com a chegada de um novo ano?

Muitos de nós queremos um outro começo, um outro “EU” ou um “EU” muito melhor. Há diversas expectativas em diferentes áreas: encontrar um amor, conseguir um emprego ou abrir uma empresa, frequentar uma academia ou fazer aquela dieta que estávamos procrastinando há algum tempo. Esperamos coisas boas, fazemos uma lista em nossa cabeça, refletimos sobre os nossos sonhos para o futuro, pulamos três ondas no mar, comemos uvas, vestimos uma peça colorida da cor símbolo do que queremos atrair e passamos a virada do ano pedindo que os nossos desejos se realizem. Até aí tudo lindo, mas os dias vão passando e na segunda semana de janeiro a rotina sucumbe os sonhos e o desejo de ser melhor não passa de mais uma promessa não cumprida de ano novo.

E o que as grávidas têm a ver com isso?
Sou Nila Costa, mãe de duas menininhas lindas e fotógrafa especializada em gestantes. Estou há nove anos nesse segmento e bem perto da marca de 4 mil grávidas fotografadas. Isso mesmo, 4 mil grávidas já passaram pelas minhas lentes e isso dá mais de 50 mil horas apreciando e me dedicando às lindas barrigudinhas. O que mais me fascina na gestação é que a gravidez é alicerçada em três elementos que nos invadem dias antes da virada do ano e são parte dos mais importantes ensinamentos de Deus, da origem que traz à tona toda a nossa humanidade e do que temos de melhor: a fé, a esperança e o amor.

Fé: porque a futura mamãe crê que um mundo melhor vai surgir com o nascimento do seu filho, fé de que ele vai se desenvolver bem em seu útero, que vai ser saudável e que ela vai poder amamentá-lo. Fé de que, mesmo achando às vezes que não, será a melhor mãe que o seu filho poderia ter.

Esperança: substantivo feminino que indica o ato de esperar alguma coisa e que pode ser também um sinônimo de confiança.Ter esperança é acreditar que alguma coisa muito desejada vai acontecer. Quer coisa mais linda do que uma grávida, recém- embriagada com a alegria de receber a notícia de que será mãe, com o embrião ainda com cinco ou seis semanas de vida, quase um grão de feijão pulsante, e ela colocar suas mãos delicadamente em seu ventre, fazer um carinho, fechar os olhinhos e já imaginar o seu milagre pronto?! E isso já basta, esse ato oficializa o seu novo status, ela já se abriu para o amor maior do mundo.

E que amor é esse?
Amor: aquele que transcende, amor que a torna invencível. Uma leoa, capaz de matar e morrer. Amor que não tem sono, preguiça, dia bom ou ruim. Amor mais puro, amor mais divino, amor ágape, amor que mais se aproxima do amor de Deus. E quando o bebê nasce, o amor de mãe só cresce e se mistura com a fé e a esperança. Ela não deixa de acreditar, de amar e de ter sonhos para o seu filho. Os sonhos só aumentam.

Hoje, com mais um ano nascendo, eu convido você a ver a vida pela perspectiva de uma mulher grávida. Gerando a vida dentro de você. Uma vida cheia de fé, esperança e amor!

Modelos: Carol Scaff e Carol Castro
Foto: Nila Costa
Retouch: Aline Alves
Beauty: Jussara Mídio para StudioD
Assistente: Sonia Tejido para StudioD
Colaboração: Liz Wood
Locação: ACM Productions Studios

You cannot copy content of this page