Wal Reis

Nós e os nós – A vida é a arte do desate

Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Wal Reis

Tem hora que é tanto entrave, tanto para resolver, tantos senões e obstáculos que ficamos sem saber por onde começar a arrumar a bagunça que viver acarreta.

Não é uma questão de má vontade ou fraqueza diante da adversidade, porém, às vezes, a bolsa pesa mais do que os ombros conseguem carregar. Até tentamos não deixar a peteca cair e, depois de uma noite de sono leve e pensamentos pesados, acordamos gratos por estarmos vivos – porque em algum lugar está escrito que deve ser assim – e dispostos a encarar os percalços deixados no dia anterior.

Mas problema sem resolução é altamente fértil e se reproduz. Os recursos angariados já não darão conta das novas variantes e o caos faz sombra na nossa vontade de enfrentar estas feras.

Desanima. Dá vontade de jogar a toalha e correr para longe, com fôlego de maratonista queniano. A má notícia é que eles, os problemas, sempre chegam na frente e transformarão nossa maratona em corrida com obstáculos antes da linha de chegada.

Não tem mágica: o único jeito é puxar para si o pacote indócil e ir buscando os fios de cada meada, desatando nó por nó, resolvendo uma coisa por vez, com olhar atento ao separar o que é nó – e, portanto, precisa ser desenvencilhado – daquele que forma elo forte e está ali disfarçado de dificuldade quando, na verdade, é a própria solução.

Também tem muito nó fingindo ser laço: estes parecem inofensivos e fáceis de desamarrar até percebermos que jazem ali, atados por verdadeiros nós de marinheiro, quase indissolúveis e exigirão empenho profissional para serem liberados.

Em meio ao festival de desenlaces, nos deparamos com nós no peito, cujo desate machuca como se fossem feitos de arame farpado, e com nós na garganta, que só desfazem quando desaguam pelos olhos.

Mas então a visão clareia e a gente vai aprendendo que o melhor caminho é desembaraçar a vida antes que ela se encha de nós. Para que nós possamos nos encher de vida e de soluções, deixando a passagem estreita para os problemas não se agigantarem por acreditarem que são eles que estão no comando.

*Wal Reis é jornalista, profissional de comunicação corporativa e escreve sobre comportamento e coisas da vida. Blog: www.walreisemoutraspalavras.com.br

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 28 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page