Museu torna arte contemporânea mais acessível para residentes e turistas
Arte

Moca visa conectar mais a comunidade brasileira em Miami

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Jade Matarazzo

Museu torna arte contemporânea mais acessível para residentes e turistas em Miami 

O Museu de Arte Contemporânea (Moca) está passando por um momento de grande transformação e evolução na sua história. Com uma equipe de liderança recém-nomeada, o museu está reinventando o futuro da instituição.

O Moca, que está localizado em North Miami, dedica-se a tornar a arte contemporânea acessível a diversos públicos por meio da coleção, preservação e exibição do mundo contemporâneo e de suas influências históricas.

O museu começou a operar em 1981, e em 1996 inaugurou um novo prédio, projetado por Charles Gwarthmey (da GSNY), tornando-se a primeira instituição de coleta em Miami.

O Moca já havia apresentado exposições individuais e de pesquisa de artistas, como Bill Viola, Tracey Emin, Edouard Duval-Carrié, entre muitos outros. Em 2018 o museu apresentou a exposição Africobra: Mensagens para o Povo, durante a Art Basel, em Miami Beach, e o mais recente Nation Time, que foi selecionado como um evento colateral oficial da Bienal de Arte 2019, em Veneza, na Itália.

O museu foi reconhecido com doações e prêmios da Fundação John S. e James L. Knight, da Fundação Andy Warhol de Artes Visuais e do Instituto de Serviços de Museus e Bibliotecas.

Com uma nova diretora de desenvolvimento, Stella Ford, o museu amplia seu papel, indo muito além da captação de recursos. A diretora conta que, entre suas metas, está promover uma cultura de filantropia em Miami, abraçando e conectando todas as comunidades. “Na América Latina, somos generosos e orientados para a comunidade, mas o conceito de apoio privado a instituições públicas é relativamente novo, porque as artes são financiadas pelo governo”, diz Stella.

Ela conta ainda que sempre teve um lugar especial em seu coração, para o Brasil e seu povo. Ao longo de sua carreira, ela teve o privilégio de trabalhar com artistas brasileiros e foi cativada pelo magnetismo da cultura do país. “Espero receber cada vez mais a comunidade brasileira no Moca, como visitantes, colaboradores artísticos e apoiadores, durante este momento emocionante para a instituição”, conclui Stella.

Com uma forte programação até o final de 2019, o destaque vai para o South Florida Cultural Consortium (SFCC), o maior programa de bolsas, patrocinado pelo governo nos EUA, para artistas que vivem nos condados de Broward, Miami-Dade, Monroe, Palm Beach e Martin. E em novembro, em comemoração à Semana de Arte de Miami 2019, o Moca apresentará a primeira grande exposição solo dos EUA, da influente artista chilena Cecilia Vicuña: “Cecilia Vicuña: prestes a acontecer”, em exibição do dia 26 de novembro de 2019 até o dia 29 de março de 2020.

O Moca está localizado na 770 NE 125th Street, North Miami, e a entrada custa US$ 10. Membros do Moca e residentes de North Miami não pagam. Para mais informações e horários de funcionamento, visite mocanomi.org.

Fotos: Moca/GMCVB

O Moca está localizado em North Miami e dedica-se a arte contemporânea

O Moca está localizado em North Miami e dedica-se a arte contemporânea

 

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 21 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page