Business

Contribuição criativa para o Meio Ambiente

Um dos maiores medos seja de um diretor de arte ou de um criativo é de errar. Apesar do erro fazer parte do processo de aperfeiçoamento e de evolução, é importante estar atento a algumas atitudes que não podem fazer parte do trabalho de um profissional bem-sucedido. Pode-se errar por uso excessivo de cores, tipografia inadequada, falha na parte do conteúdo, plágio, bagunça estética, não pensar no público, entre outros. Os erros podem fazer mal para a marca, para o profissional, para o consumidor, e acredite: para o meio ambiente. 


A solução para problemas do lixo está em designers conscientes, segundo estudo global da Fundação Ellen MacArthur, instituição sem fins lucrativos que desenvolve e promove a economia circular em empresas. Segundo esse estudo, para amenizar o impacto ambiental causado pela produção e descarte de itens plásticos depende da capacitação de profissionais envolvidos no processo de produção. E isso tem relação direta com os diretores de arte e profissionais de criação. Uma embalagem bonita e criativa tem menos possibilidade de ir para o lixo e ser reutilizada de alguma forma.


De acordo com o estudo, chamado de “Inovação na Origem: um guia de soluções para embalagens”, designers, profissionais de marketing e engenheiros são as figuras centrais em uma nova lógica de inovação sustentável. Esta é uma boa oportunidade para colaborar com o nosso planeta e utilizarmos este pensamento na hora da criação. Além da criatividade, a utilização de materiais e tecnologias ciclos de vida mais sadios. Sem dúvidas isso deixará quem vende e quem compra muito mais satisfeito. Que nós possamos ser designers e profissionais de comunicação criativos e verdes, dando nossa parcela de contribuição para a sustentabilidade.


Por: Hélio Júnior

Mestre em Comunicação

hjcaruaru@gmail.com

You cannot copy content of this page