Aceitar com autocompaixão o que está acontecendo nas nossas vidas
Vida & Saúde Vida e Saúde

Como cultivar paz interior?

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Dra. Ana Gouvea

O Ano-Novo sempre começa com os desejos de paz, amor e felicidade. Mas como podemos encontrar tudo isso em nossas vidas? Como podemos estar em harmonia com nós mesmos? Paz interior é a chave da felicidade. Se estamos com ela, estamos em paz com o que acontece em nossa volta. Se vivemos conectados com as nossas preocupações, os nossos “defeitos” e os nossos ressentimentos do passado, não existe paz interior.

A monja budista Pema Chodron explica que “a paz interior começa no momento em que escolhemos não deixar que uma outra pessoa ou evento controle nossas emoções”. Nesse sentido, a paz interior é uma escolha. Essa ideia pode parecer esquisita no primeiro momento, pois a vida às vezes parece tão difícil e com tantos problemas… Como posso escolher não me envolver ou não sofrer com todos os impasses? E é verdade, é muito difícil escolher não se envolver com eles. Mas, ao mesmo tempo, por ser uma escolha, a atitude de não deixar nossas emoções serem controladas por eventos externos é também empoderante. Temos o poder de escolha. Não somos obrigados ou estamos destinados a viver vidas miseráveis.

Como fazer isso no dia a dia? Imagine que você fica sabendo que a sua amiga Maria está falando mal de você. A primeira reação é ficar com raiva, frustrada, se sentir traída e triste. Essas emoções são normais e apropriadas. Mas o que fazer com essas emoções? Podemos ficar dias, meses, anos chateados com a Maria ou podemos escolher que a Maria não vai controlar as nossas emoções. Podemos decidir perdoar a Maria e deixar essas emoções irem embora. Muitas vezes, escolhemos o ressentimento e nos aprisionamos nas emoções negativas. Criamos e perpetuamos o nosso sofrimento. Se não damos poder à Maria, estamos livres para ser o que quisermos ser. E aí, a paz interior aparece. Você está em paz com você mesmo, porque você não depende da opinião da Maria ou de qualquer outra pessoa para ser você mesmo. Você se permite ser feliz!

Outro exemplo. Imagine que você perdeu o emprego e está se sentido um fracassado. Você começa a pensar em todas as coisas que poderia ter feito diferente e chega à conclusão de que não faz nada certo, que tudo o que está acontecendo é porque você merece. E aí vêm uma enorme frustração e aquela tristeza. Você pode carregar essa frustração para outros empregos e passar todos os dias com medo de perder o novo emprego, porque acha que tem algo errado com você.

A outra possibilidade é aceitar que às vezes imprevistos acontecem, que nem tudo na vida é como imaginamos, e devemos deixar todos os pensamentos e emoções negativas irem embora. Isso implica em aceitar com autocompaixão o que está acontecendo nas nossas vidas e, de novo, escolher não deixar que pessoas ou eventos externos controlem nossas emoções. Quando encontramos paz interior, podemos viver nossas vidas com mais alegria e positividade.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qui, 22 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page