Foto: Pexels/Andrea Piacquadio
Business Entretenimento

ClubHouse: a rede social do momento

A nova rede social chama atenção por seguir caminhos bem diferentes das redes mais popularizadas até então.

O Clubhouse é a nova rede social do pedaço que já virou febre na internet. A plataforma chamou a atenção de muitos internautas nas últimas semanas, depois que Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, participou de alguns bate-papos no app. O interesse pela rede está crescendo de tal forma que já são mais de 6 milhões de usuários registrados.

A plataforma se diferencia por possuir algumas características especiais, entre elas, a exclusividade: o aplicativo está disponível apenas para iPhone (iOS) e a rede só permite o cadastro de membros convidados por um amigo já cadastrado na rede. Para torná-la ainda mais exclusiva, o número de convites disponíveis para cada usuário é limitado. Ainda não há previsão de lançamento para Android, mas faz parte dos planos de expansão do app.

Mais falação, menos textão

Outro ponto crucial da rede é que não são permitidas postagens de texto, nem foto, nem vídeo. É uma plataforma exclusiva de áudio, e o mais importante, é ao vivo. Ou seja, se você perdeu o bate papo, não tem como pausar, nem voltar ou gravar, exatamente como nas rádios de antigamente!
Essa tendência chama atenção, principalmente em um momento em que os podcasts estão com tanta popularidade. O sucesso dos conteúdos em áudio revela um novo tempo de ouro para o formato rádio. Apostar em uma rede social síncrona, em que o conteúdo não pode ser publicado, mas somente acompanhado em tempo real, foi uma aposta arriscada, principalmente abrindo mão das imagens e dos vídeos, mas ao que tudo indica, a proposta pode ser uma nova tendência. É o retrô se reinventando, e sendo muito bem recebido.

Sobre o aplicativo

O ClubHouse é composto por salas. Você pode criar, ou ingressar em uma sala já existente, e conversar com pessoas ao redor do mundo sobre assuntos que bem quiser. As salas de bate-papo ao vivo dão lugar a diferentes línguas e sotaques, e se assemelham a uma ligação de voz em grupo. A diferença é que além de conversar com seus amigos próximos, você pode se conectar com pessoas novas.

Quando você é o moderador da sala, você pode controlar quem pode falar. Dessa forma, é possível seguir um formato semelhante ao dos podcasts, em que você fala e os outros escutam, ou mesmo a uma entrevista, onde poucos falam e muitos escutam.

O mais divertido é encontrar salas do seu interesse. É uma oportunidade de ouvir e até mesmo conversar com seus ídolos. Mark Zuckerberg, Oprah Winfrey, Elon Musk e Ashton Kutcher são algumas das celebridades já cadastradas na plataforma.

Mas as verdadeiras estrelas do app são aqueles que sabem contar boas histórias. Existem salas para todos os gostos, algumas focam no bom-humor, com propostas de entretenimento, e outras podem ser aproveitadas como verdadeiras palestras. Essa também pode ser a chance de se conectar com pessoas de todo o mundo, ampliando seu networking. Também existem muitas salas poliglotas e você pode se arriscar a aprender uma língua nova.

Além disso, muitas salas contam com convidados bem interessantes: “#24HoursOfLove” é uma sala que tem como proposta ficar ativa por 24 horas, em determinados dias agendados, e conta com programações e convidados diferentes a cada hora, de acordo com um interesse específico. Em um encontro no qual o tema foi “amor pelo espaço”, dois astronautas da NASA e escritores de ficção científica se juntaram para contar algumas histórias intergalácticas. A programação segue neste sentido: amor pelo esporte, pelo cinema… E você, já sabe, quem não sintoniza ao vivo, perde a conversa!

You cannot copy content of this page
X