Foto: Pexels/Ron Lach
Arte Jade Matarazzo

A relação entre arte e bem-estar

Por Jade Matarazzo. Premiada fotógrafa brasileira, formada pelo Art Institute of Fort Lauderdale. Também realiza projetos para beneficiar artistas brasileiros no exterior. Email: jade@jadephotoart.com
Sending
User Review
0 (0 votes)

A arte mostra-se presente na história da humanidade desde os tempos mais remotos. Sem dúvida, ela pode ser considerada como sendo uma necessidade de expressão do ser humano, surgindo como fruto da relação homem/mundo. Por meio da arte a humanidade expressa suas necessidades, crenças, desejos e sonhos.

A relação entre arte e bem-estar não é nenhuma novidade: muitas pessoas encontram nas expressões artísticas – como a dança, a escrita, a pintura ou as aulas de cerâmica – uma forma de manter mente e corpo sãos em meio à correria e o estresse do dia.

Os benefícios parecem ser tão positivos que hoje já é possível encontrar muitos estudos sobre a relação entre arte e bem-estar na manutenção da saúde.

No Reino Unido, por exemplo, um relatório recente recomenda que as atividades artísticas sejam prescritas pelos serviços de saúde do país como uma forma de combater problemas mentais, como a demência, em pessoas idosas – além dos benefícios para pessoas de todas as faixas etárias.

Todos estes estudos têm trazido uma série de evidências que mostram que a prática de atividades artísticas tem um impacto positivo em uma variedade de condições de saúde, proporcionando mais autoestima, confiança, melhorias na saúde física, conexões sociais de qualidade e desenvolvimento de novas habilidades.

Tudo isso tem mostrado que arte e bem-estar caminham juntos para proporcionar mais saúde física e mental.

Galeria A Gentil Carioca. Foto: ArtBasel

Além disso a arte nos dá um entendimento de mundo mais amplo – é um meio de comunicação entre as pessoas e os povos – nos dá subsídios para compreender melhor a vida e nos proporciona a união da nossa racionalidade com a nossa emoção e tem um papel importantíssimo na sociedade.
Conhecer a arte é fundamental para construirmos nossa própria identidade, contudo o contato de outras artes de outros grupos culturais nos proporciona o aprendizado e um melhor convívio com pessoas e melhor visão do mundo.

O fazer artístico expressa muito sobre o indivíduo, que está inserido no coletivo e, portanto, influencia e é influenciado pelo meio em que vive. Por ter essa capacidade de acessar conhecimentos e sentimentos profundos, a arte pode ser usada de diferentes formas na sociedade.
O efeito da arte no nosso cérebro: É inegável que a arte tem um impacto profundo nas pessoas. Ela pode simplesmente nos atrair de maneira superficial, mas também tem um forte poder como estímulo para atrair alguma memória para o nosso foco de consciência.

Nos dias de hoje a arte também pode ser importante para criar conexões sociais, o que amplia a rede de apoio e ajuda a aliviar a solidão e o isolamento. Ela também pode trazer benefícios para as funções cognitivas, estimulando a memória e ampliando os níveis de atenção.

Um exemplo de como a arte pode interferir no bem estar de nossas mentes pode ser encontrado diante de uma série de experiências na prática da arteterapia no trabalho do psicólogo e arteterapeuta, a arteterapia é uma ferramenta como uma forma de intervenção na prevenção e promoção da saúde mental, pois através da estimulação do inconsciente e da subjetividade que facilita, reduz, minimiza os efeitos.

Se você se sente isolado ou triste, experimente visitar uma galeria ou museu que tenha uma mostra colorida e alegre e repare como a alma se torna mais leve!

Comente

Clique aqui para comentar

You cannot copy content of this page
X