Adélio Sarro
Arte

A arte do visionário Adélio Sarro

Sending
User Review
4 (1 vote)

Por Jade Matarazzo
O artista, que acaba de fazer sua segunda exposição em Miami, tem uma história de sucesso não só na arte, mas também como ser humano, mais do que especial.

Nascido em 1950 de pais analfabetos em Andradina, São Paulo, o menino Adélio trabalhou muito em sua infância e só aprendeu a ler e a escrever mais tarde, depois de mudar-se para a cidade e começar a trabalhar longe da roça. Hoje, além de sua arte ser conhecida no mundo todo, ele é fundador de um museu que leva seu nome e administrador de vários projetos culturais e sociais com base artística. Apesar de desenhar sempre que podia desde menino, o momento decisivo em que se deu conta de que a arte estava entranhada em sua alma foi no estúdio do artista Candido Portinari. Adélio conta que quando passou os dedos pela textura de uma tela, sentiu-se arrepiado e realizado ao perceber que pintar era realmente sua grande paixão. Sarro é um artista completo, pintor e escultor de monumentos temáticos, fontes, relevos, arcos de entrada em cidades e pinturas de vitrais em catedrais, e já percorreu o mundo com sua arte em museus e galerias importantes, sendo ganhador de vários prêmios.

O crítico de arte parisiense André Parinaud nomeou pela primeira vez um artista brasileiro como “o brasileiro global”, por sua vasta abrangência internacional, inclusive na Ásia. O pintor Sarro é um dos grandes visionários que surgem como testemunha do fenômeno da revolução mundial; um mundo com quase oito bilhões de seres humanos e a proclamação da América do Sul como o novo continente moderno, conforme previsto por Orozco, Diego Rivera e Siqueiros. Ele, no céu azul de sua tela, projeta o herói brasileiro, o agricultor de mãos grandes descalças, fugindo das normas, um ator poderoso e em movimento, o verdadeiro personagem que testemunha para sempre a transição de uma sociedade sobrevivente, que durante muito tempo era o Brasil, em um universo de promessa e futuro. Sarro critica a realidade brasileira ao retratar a história, a pobreza, a fome, o desmatamento e a corrupção.

Os rostos expressivos e o semblante enfático de seus personagens expressam sua preocupação com questões sociais tão importantes e tão presentes na sociedade do Brasil. Ele apresenta a possibilidade de um mundo melhor, onde a arte é valorizada por ser uma das expressões mais genuínas da mente humana.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 28 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page