Business

6 dicas para elevar a motivação dos funcionários que trabalham de casa

Sending
User Review
0 (0 votes)

Open English acredita que escutar a sua equipe e oferecer grandes benefícios são os pontos de partida para o aumento da produtividade

Uma das preocupações dos novos tempos é como manter a motivação dos funcionários que trabalham de casa. Fato é que, apesar de não terem mais que despender tempo de deslocamento para chegar ao escritório, as tarefas domésticas acabam tomando bastante espaço na agenda. Além disso, mesmo que o domicílio seja mais silencioso para alguns, fatores emocionais podem estar tirando a concentração do seu time.

Ainda que no ano de 2020 a produtividade tenha sido elevada – dados do FGV IBRE apontam que o aumento por hora trabalhada foi de 4% no mundo e 10,5% na América Latina -, muito desse aumento foi impulsionado pelo medo que as pessoas sentiram de perder o emprego em meio a uma crise e também pela falta de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, já que muitos relatam que seguiam trabalhando além do expediente. Estamos entrando no final de 2021 e é possível notar muita diferença na motivação geral. Ainda não está claro se as empresas voltarão a exigir presença física nos escritórios, mas as incertezas desse longo período cansam cada vez mais os trabalhadores.

A Open Education, edtech líder no ensino de inglês online e companhia proprietária da Open English and Open English Junior, trabalha no sistema home office desde sua criação em 2008, com professores nativos que moram em diferentes cidades e países do mundo todo. Com base na vasta experiência da gestão à distância, especialistas da empresa reuniram seis dicas para ajudar a motivar seu time mesmo que de maneira remota.

  1. De olho no propósito – Motivar as pessoas se torna uma tarefa fácil quando você tem um propósito bem definido para sua empresa e transformação que ela traz para o mundo. Sendo claro na comunicação do seu propósito desde a atração de talentos, será mais fácil mantê-los motivados.
  2. Pessoas se conectam com pessoas – Mesmo que a comunicação interna da empresa se dê por meio de diferentes formatos, tais como newsletters, vídeos e chat, a mais importante delas é o olho no olho. Mesmo que virtualmente, encontros simultâneos e de troca com os gestores são essenciais para que o colaborador se sinta escutado e visto.
  3. Estimular a interação dos times – O mesmo vale para a equipe. Para que os funcionários se sintam integrados e conectados com a empresa, vale a pena investir em encontros descontraídos e celebrações online, criando momentos de interação entre eles.
  4. Tranquilize a equipe – O mais importante dentro do cenário que enfrentamos atualmente é reassegurar os colaboradores de que está tudo bem. Na medida do possível, demonstrar que seus empregos estão garantidos e que não devem ter medo de serem demitidos acalma os funcionários e aumenta sua produtividade.
  5. Atenção à saúde mental – Ofereça programas de assistência ao funcionário e benefícios relacionados à preservação da saúde mental e gerenciamento do estresse e burnout. É preciso criar mais canais de comunicação para que o funcionário saiba que pode pedir ajuda se precisar.
  6. Atualizar e adaptar sempre – A recente crise trouxe novas necessidades, e é importante que a sua empresa seja dinâmica em fazer mudanças positivas. Muitas companhias que ofereciam o vale-refeição quando trabalhavam de maneira presencial, seguem com esse mesmo benefício para o home office até hoje. Outras aderiram a outros tipos de benefícios que auxiliam o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, como o oferecimento de cursos profissionalizantes e inglês online, por exemplo. 

A principal recomendação é manter os canais de diálogo sempre abertos e consultar os funcionários sobre temas novos para entender o que eles pensam e como se sentem. A maior ferramenta para a constante motivação da equipe é a escuta. Funcionários felizes criam uma organização feliz e de sucesso.

Foto: Divulgação

You cannot copy content of this page
X
X