Entrevistas

Samba e muita alegria brasileira no verão da Flórida

Sending
User Review
0 (0 votes)

Fort Lauderdale vai cair no samba! E o responsável por proporcionar uma festa do ritmo brasileiro é o cantor Xanddy, que estreou a primeira turnê do seu novo projeto no verão dos EUA, o Xanddy Samba & Summer. O objetivo é trazer aos EUA o clima da Bahia e do verão brasileiro, fazendo todo mundo se divertir e dançar.

Além do repertório conhecido do Harmonia do Samba, banda pela qual Xanddy ficou conhecido em todo o Brasil, o projeto ainda traz muitas surpresas no repertório com releituras de outros artistas do samba e pagode. O projeto começou em junho e tem previsão de, no mínimo, 10 apresentações em diversas cidades americanas até agosto. Em Miami, o show acontece no dia 25 de julho, às 5pm (show 7pm) no Backyard – 100 SW 3rd Ave. Fort Lauderdale 33312. Os ingressos (a partir de $40 pista (VIP $100) pelo site Universe.com .

Xanddy é nome de destaque na história do Carnaval da Bahia, desde os anos 90. Com seu carisma e gingado, é dono de uma carreira de sucesso. Na vida pessoal, a história também é inspiradora: casado com Carla Perez (a eterna loira do Tchan), formam um casal muito querido pelo público e são personagens de uma linda trajetória: em 2021 completam 20 anos de união ao lado dos dois filhos, de 19 e 17 anos.

A seguir, conversamos um pouco com Xanddy, que nos contou sobre o novo projeto e as perspectivas sobre o futuro. Confira!

Vocês vivem desde 2016 em Orlando. Por que escolheram a Flórida na época?

Escolhemos morar na Flórida porque a gente já vinha a Orlando há muito tempo. Na verdade, o mundo inteiro vem a Orlando e com a gente não é diferente. A gente vem pra cá há mais de 20 anos, desde 1999. A gente foi se habituando à cidade e em 2010 compramos nossa primeira casa, uma “vacation home” com piscina. Então toda vez que a gente vinha do Brasil pra cá a gente ficava mais num clima de rotina normal. Começamos a vir com mais frequência, ficar um mês ou mais. E quando a nossa filha fez 15 anos decidimos vir pra cá de vez pra ela fazer o high school. O motivo principal foi para as crianças estudarem, mas no caminho a gente descobriu muitas coisas maravilhosas que fez a gente decidir ficar permanentemente.

Mesmo vivendo na Flórida, a família sempre vai ao Brasil para compromissos profissionais e visitas à família. Durante a pandemia, o que mudou? Tiveram ou ainda têm vontade de estabelecer a vida definitivamente nos EUA, principalmente agora, com os filhos crescidos?

Sim, a gente tem uma vida de muito vai e vem ao Brasil, eu e a Carla por conta do nosso trabalho. Com a pandemia a coisa inverteu um pouco e ficamos mais aqui nos Estados Unidos. Ficamos duas temporadas no Brasil também para uma série de compromissos, exame médico de rotina etc. Os nossos filhos têm uma vida muito ativa. A minha filha terminou agora a faculdade. Meu filho está fazendo high school de forma virtual. Com as nossas atividades paradas no Brasil decidimos ficar mais aqui mesmo e dar uma atenção especial para as crianças.

Você já tem grande vivência de shows nos EUA e também já realizou muitos projetos aqui na Flórida, como quando trouxe o carnaval baiano pra Orlando. E agora está com o novo projeto Xanddy, Samba & Summer após tantos meses parados por imposição da pandemia. Quais são os planos para esta turnê e após estes primeiros shows?

Desde que passei a morar nos EUA definitivamente sempre tive vontade de fazer eventos. Não só shows do Harmonia ou meus, mas até outros eventos que proporcionassem uma experiência bacana ao público em geral. Muitos brasileiros que vivem aqui não tem a oportunidade de ter as experiências das festas, dos eventos como tem no Brasil. Eu falo do evento todo em si, não só o show. Por isso o CarnaBis tem todo uma atmosfera e uma proposta de entrega de um carnaval real, com abadá e tudo mais. E agora, com o Xanddy Samba & Summer, introduzimos em Orlando um clima de samba, bem brasileiro, em um local que traduz bem o clima de praia, da Bahia, sabe? Pode ser um clima de praia no Rio de Janeiro ou outro lugar, mas a ideia é essa. Para a pós-pandemia, nosso plano é continuar com essa turnê e ir até setembro ou outubro nos Estados Unidos. Depois veremos com estará a situação no Brasil, e se der, queremos levar o show pra lá. Posteriormente, a intenção é colocar o Xanddy Samba & Summer como um evento fixo no calendário anual dos Estados Unidos, assim como é o CarnaBis.

O mercado artístico e de eventos teve que mudar muito devido à pandemia, pois foi um dos principais prejudicados. Qual foi o grande aprendizado neste período?

Sim, o mercado de eventos como um todo, o show business, teve que se reinventar e aprender outros caminhos para sobreviver. Com os shows parados, tivemos que buscar outras fontes de renda. As lives foram um grande exemplo disso, uma grande descoberta. Também aprendemos a usar melhor todas as nossas plataformas, as redes sociais e contato com o público. Tivemos que explorar melhor todas essas possibilidades, as ferramentas no mercado digital como um todo, fazendo música e ganhando dinheiro com o streaming, que é um grande desafio. Esses caminhos são os maiores aprendizados que tivemos nesse período todo, e com certeza, mesmo com os shows voltando, vamos continuar a trabalhar com isso tudo e usar tudo que aprendemos durante a pandemia.

Considerando a situação do Brasil, qual a expectativa, os planos, para o carnaval de Salvador em 2022?

A realização do carnaval em 2022 vai depender da melhora geral da situação da pandemia no país. A Bahia tem conseguido avançar com o processo de vacinação, eu tenho acompanhado. Mas precisamos que, no mínimo até setembro, tenhamos o estado inteiro vacinado e número de infecções bem baixo. Existe um plano do governo de fazer um teste em julho para depois fazer réveillon e carnaval em Salvador. Mas o que vai determinar mesmo se vai ter ou não são os números, se baixarem a ponto de nos dar a segurança, mais pessoas vacinadas e todos os protocolos de segurança que podem ser criados. Eu acredito que sim, se manter o ritmo de vacinação no estado da Bahia, eu acredito, tenho a expectativa de que até o fim do ano, até o verão, as coisas devem melhorar. Não sei o resto do país, mas espero que siga o mesmo ritmo.

O que conhece em Miami, o que gosta de fazer, onde visita quando está por aqui?

Miami eu conheço pouco. As vezes que fui para Miami eu explorei mais as praias, a Ocean Drive, mas fora isso não conheço muito de Miami. Quero conhecer muito mais! Gosto muito do clima, da badalação. Eu sou uma pessoa pacata, mas tem períodos que eu gostaria de estar em Miami para uma noitada, no bom sentido (risos).

Mande um recado para os nossos leitores e a comunidade brasileira que vive na Flórida, sobre o Xanddy Samba & Summer.

O recado para a galera dos Estados Unidos, a galera da Florida, é que eu quero que todos possam viver comigo a experiência do Xanddy Samba & Summer. Em Orlando foi muito legal. Superou todas as expectativas. Tivemos ingressos esgotados, povo feliz, foi incrível mesmo. Pra mim, foi oficialmente meu retorno aos palcos. Quero poder compartilhar dessa alegria com todos que forem aos shows, em todos os lugares que a gente passar nos Estados Unidos. Antecipadamente, também quero agradecer a todos que estão na espera pro evento em Fort Lauderdale e agradecer o carinho e o abraço que vocês têm me dado com esse projeto novo. Um beijo grande!

Serviço:

O que:     Xanddy Samba & Summer 
Quando:  Domingo, 25 de julho – 5pm (show 7pm)
Onde:  Backyard – 100 SW 3rd Ave. Ft. Lauderdale 33312

Ingressos a partir de $40 pista (VIP $100) pelo site Universe.com 
( https://www.universe.com/events/xanddy-samba-summer-tickets-GN514Q )

You cannot copy content of this page
X
X