Foto: Wikimedia
Esporte

Miami será uma das sedes da Copa do Mundo de 2026

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

A Copa do Mundo de 2026 será disputada pela primeira vez em três países: Estados, México e Canadá, porém será aqui na América onde ocorrerão a grande maioria dos jogos e consequentemente, terá o maior número de cidades sede. No último mês de junho, a FIFA anunciou as duas sedes do Canadá, as três no México e as 11 nos Estados Unidos, e para nós da Flórida, a notícia fantástica é que Miami foi uma das escolhidas.

A Copa de 2026 terá um recorde de seleções: 48, sendo que o número maior em um mundial é 32. Com isso, haverá 80 partida, sendo que 60 delas ocorrerão nos Estados Unidos.

Miami na Copa, Orlando fora

A disputa envolveu diversas cidades americanas. O presidente da FIFA, Gianni Infantino, afirmou que a escolha dessas cidades foi difícil, pois todas ofereceram um alto nível de infraestrutura e capacidade de abrigar o evento.

Miami foi uma das escolhidas para alegria dos organizadores locais. As partidas ocorrerão no Hard Rock Stadium.

Já Orlando, que também tinha boas chances, acabou ficando de fora.

As 16 sedes

A FIFA procurou espalhar as sedes por vários estados americanos. Além de Miami, também abrigarão a Copa de 2026: Atlanta, Baía de San Francisco, Boston, Dallas, Filadélfia, Houston, Kansas City, Los Angeles, Nova York/Nova Jersey e Seattle. No México foram escolhidas as cidades de Monterrey, Guadalajara e Cidade do México, e no Canadá: Toronto e Vancouver.

Para os fanáticos

Somente alguns meses antes da Copa de 2026 será possível saber onde cada seleção jogará, mas é bem provável que sejam em diversas sedes, por exemplo, no sorteio, o Brasil pode jogar uma partida em Miami, outra em Atlanta e outra Houston. Mas quem quiser acompanhar uma ou mais seleções durante o Mundial, pode optar por se deslocar pelo país, pois haverá toda uma estrutura de transportes para dar conta dos milhões de turistas internacionais e locais.

Se alguém estiver interessado em assistir a uma partida em Atlanta, por exemplo, pode ir de avião (pouco menos de duas horas) ou se quiser curtir uma estrada, pode ir de carro (cerca de nove horas).

Para as demais localidades as distâncias são:

• Baía de San Francisco: avião: 5h40 min – carro: 2 dias
• Boston: avião: 3h20 min – carro: 23h
• Dallas: avião: 3h10 min – carro: 20h
• Filadélfia: avião: 2h50 min – carro: 18h
• Houston: avião: 2h45 min – carro: 17h20 min
• Kansas City: avião: 3h20 min – carro: 22h
• Los Angeles: avião: 5h25 min – carro: 40 horas
• Nova York/Nova Jersey: avião: 3h05 min – carro: 19h30 min
• Seattle: avião: 6h35 min – carro: dois dias e uma hora

Americanos estão mais interessados em futebol

Nos últimos 15 anos, cresceu muito o interesse dos americanos pelo futebol, o que eles chamam por aqui de soccer. A Major League Soccer tem registrado uma média de 20 mil torcedores por jogo. Esse é um panorama animador bem diferente do que ocorreu em 1994, quando os Estados Unidos sediaram a Copa e estimou-se na época que mais de 30% da população nem sabia que o evento estava ocorrendo e outros 20% só sabiam por alto. Mesmo assim, aquela Copa foi um sucesso, tendo registrado a maior média de público da história dos mundiais, isso devido as fortes comunidades latinas e também da Europa que residem na América, além dos milhões de turistas que vieram assistir ao Mundial que terminou com a conquista do tetra pelo Brasil.

Para 2026, podemos esperar muito mais americanos indo aos jogos e comentando sobre a Copa. Sem dúvida, será marcante.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 15 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page