Paulo Pinto/FotosPublicas
News

Manifestação contra o assassinato de João Alberto

Após assassinato de João Alberto Silveira de Freitas,40 (Nego Beto), nas dependências do Carrefour em Porto Alegre, manifestantes se reúnem em todo o Brasil, em movimentos pacíficos, em nome da luta antirracista.

João Alberto foi espancado até a morte no dia da Consciência Negra, 20 de novembro de 2020,  pelos seguranças Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva. A cena do vídeo da agressão mostra a perna do segurança flexionada nas costas de Beto, durante os 4 minutos captados pela câmera, o golpe pode ter se estendido por mais tempo, pois o vídeo foi cortado. Em Minnesota, o policial que matou George Floyd apertou seu joelho por mais de 7 minutos sobre seu pescoço.

Nas fotos, manifestantes protestam pelo assassinato de João Alberto Silveira, em frente ao Carrefour, em Porto Alegre, e na Avenida Paulista, em frente ao MASP, em São Paulo.

Fotos São Paulo: Paulo Pinto/FotosPublicas

Fotos Porto Alegre: Guilherme Gonçalves/FotosPublicas

Guilherme Gonçalves/FotosPublicas
Paulo Pinto/FotosPublicas
Paulo Pinto/FotosPublicas