Reprodução: Orlando police
News

Garçonete brasileira salva criança de violência em Orlando

Na noite de Ano Novo, a brasileira Flaviane Carvalho estava trabalhando no ‘Mrs. Potato’, restaurante localizado na South Kirkman Road, em Orlando, quando percebeu sinais de abuso doméstico contra uma criança.

A família de um garoto de 11 anos estava proibindo o menino de comer, a partir disso, Flaviane notou arranhões e hematomas em seu rosto. Logo, a brasileira entendeu que havia algo errado na situação.

Para conseguir abordar o garoto sem que os pais percebessem, Flaviane escreveu um bilhete com a pergunta “Do You Need Help?”, e levantou os dizeres atrás da mãe, Kristen Swann, e do padrasto, Timothy Wilson.

O menino sinalizou que sim, precisava de ajuda. Foi quando a garçonete se prontificou a ligar para a polícia, que rapidamente chegaram ao restaurante.

O padastro do garoto foi preso por acusação de abuso infantil , dias depois ele foi liberado. A polícia descobriu em investigação que, além do menino de 11 anos, o casal tinha uma filha de 4 anos e ambos eram frequentemente torturados. Wilson foi preso novamente, no dia 6 de janeiro.

Em coletiva de imprensa realizada ontem, 14 de janeiro, o porta-voz da polícia de Orlando revelou a situação de abuso dos filhos: “Eles eram amarrados pelo tornozelo e pelo pescoço, e então pendurados de cabeça para baixo em uma porta. As crianças também ficavam sem comer como punição e frequentemente eram agredidas com uma vassoura”.

Segundo a polícia, as agressões contra as crianças eram cometidas somente pelo homem, mas a mãe era testemunha e não tentou impedir o crime, nem buscar as autoridades ou cuidados médicos, portanto, também foi levada a cárcere por negligência.

Assista ao vídeo do depoimento de Flaviane Carvalho aqui:

https://www.wesh.com/article/hero-waitress-child-abuse-orlando/35214376#

You cannot copy content of this page