Vida e Saúde

Inteligência artificial na cardiologia

Sending
User Review
0 (0 votes)

Eric Topol abordará em Congresso de cardiologia tema sobre a inteligência artificial

Por José Luchetti

Um dos 10 pesquisadores mais citados na área médica será conferencista do evento paulista, que começa na próxima quinta, dia 10

A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo – SOCESP vai abordar no 41º Congresso um tema extremamente inovador que é a o uso da inteligência artificial na prática clínica. Um dos conferencistas será o cardiologista e cientista norte americano, Eric Topol. “O principal foco científico de Topol tem sido as ferramentas genômicas e digitais para individualizar a medicina” conta Ricardo Pavanello, diretor da SOCESP. Eric Topol é fundador e vice-presidente executivo do Scripps Research Translational Institute, uma das instituições mais influentes do mundo por seu impacto na inovação.  

O tema da palestra do especialista norte americano será “Como a Medicina Digital mudará nossa prática?” e Eric Topol adianta um pouco do que irá abordar na conferência de como será essa mudança: “com o uso de novas ferramentas de inteligência artificial (IA)”. Em um futuro próximo, utilizando o aprendizado profundo, a IA pode identificar placas ateroscleróticas coronárias com ainda mais precisão, auxiliando médicos no dia a dia, além de também ajudar na análise de exames, como imagens ecocardiográficas, entre outros”.

Em relação à pandemia de Covid-19, Eric Topol comenta como os cardiologistas podem encorajar seus pacientes a manter os procedimentos e tratamentos. “Usando mais da telemedicina”, completa o professor de medicina molecular que, como pesquisador, já publicou mais de 1.200 artigos revisados ​​por pares, com mais de 250 mil citações. Eric Topol foi eleito para a Academia Nacional de Medicina dos EUA e éum dos 10 pesquisadores mais citados na área médica.

O 41º Congresso Virtual da SOCESP será totalmente on-line de 10 a 12 de junho e reunirá cardiologistas, médicos, residentes, estudantes de medicina, profissionais de saúde, como Educação Física, Enfermagem, Farmacologia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e interessados em Cuidados Paliativos.

Foto: Scripps Research Translational Institute

Comente

Clique aqui para comentar

You cannot copy content of this page
X