Destaques Economia

Entenda a alta da inflação nos Estados Unidos

Sending
User Review
0 (0 votes)

Advogado Daniel Toledo, especialista em Direito Internacional, explica sobre os efeitos colaterais que a alta da inflação traz para o povo americano

A pandemia tem afetado a economia mundial desde o seu início em 2020. Mas recentemente, os Estados Unidos acabaram alcançando a maior alta na inflação dos últimos 30 anos, algo que tem atrapalhado o poder de aquisição dos americanos no dia a dia.

Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados e sócio do LeeToledo PLLC, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, recorda que entre setembro de 2020 a setembro de 2021 a inflação era de 4,6%. “Se fizermos a mesma comparação colocando o mês de outubro, esse número sobe para 6,2%. Isso mostra que tivemos uma alta considerável de quase dois pontos percentuais em apenas um mês de diferença, e isso tem assustado bastante os americanos”, revela.

O especialista relata que os moradores do país foram pegos de surpresa com o repentino aumento de diversos produtos. “A preocupação não se dá apenas pelo aumento do preço do combustível, mas sim de absolutamente tudo. Antes a gente não percebia aumentos tão expressivos, mas agora estamos vendo que realmente está subindo tudo e essa conta acaba fazendo uma diferença muito grande num período pós-pandêmico”, aponta Toledo.

Sobre o que pode estar por trás dessa alta, o advogado acredita que o grande número de imigrantes ilegais que entraram no país no último ano pode ter contribuído com este atual cenário. “Essas pessoas geralmente aceitam trabalhar por 6 ou 7 dólares a hora, enquanto um americano cobraria entre 12 e 15 dólares. Então, quando temos muitas pessoas trabalhando e pedindo um valor inferior, aqueles que pedem um valor mais alto ficam desempregados. Isso, inclusive, tem causando uma desestabilidade política em relação ao governo de Joe Biden”, pondera.

Com isso, oposições ao atual governo já começam a se articular para apontar os principais nomes que podem concorrer contra o atual presidente, visando assim, estabilizar a economia novamente. “Donald Trump ainda é um nome forte, mas a imagem do ex-presidente está completamente desgastada tanto com o partido Republicano, quanto em frente a parte da população americana. Tudo isso devido aos vários escândalos e mentiras que o empresário protagonizou durante as últimas eleições. Um dos nomes mais fortes e que podem bater de frente com a atual política de Biden é o de Greg Abbott, governador do Texas que é conhecido e tido como um herói para os republicanos”, informa o advogado.

Finalizando, Toledo se mostra preocupado com a população e atual situação econômica. “Os nossos ganhos não acompanham esse tipo de aumento, e fica nítido que a população inteira está empobrecendo. Não são apenas os preços que estão subindo, nós também estamos perdendo o poder de compra em diversos lugares do mundo”, conclui.

*Daniel Toledo é advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em Direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e sócio da LeeToledo PLLC. Para mais informações, acesse: http://www.toledoeassociados.com.br. Toledo também possui um canal no YouTube com quase 150 mil seguidores https://www.youtube.com/danieltoledoeassociados com dicas para quem deseja morar, trabalhar ou empreender internacionalmente. Ele também é membro efetivo da Comissão de Relações Internacionais da OAB São Paulo e Membro da Comissão de Direito Internacional da OAB Santos.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sex, 24 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page