News Turismo

Brasileiros são os mais cuidadosos na hora de viajar

Levantamento da Booking.com mostra como a pandemia afetou os planos de viagem

A pandemia da COVID-19 afetou praticamente todos os aspectos da nossa vida. Conforme os viajantes começam a redescobrir o mundo, não é nenhuma surpresa que a maioria dos brasileiros (91%) esteja planejando tomar mais precauções relacionadas à saúde e segurança ao viajar no futuro – inclusive, em meio às 28 nacionalidades consultadas na nova pesquisa* da Booking.com, os brasileiros lideram o ranking neste quesito. Enquanto isso, 52% preferem evitar certos destinos por preocupações relacionadas à saúde e segurança.

Apesar disso, quem viaja está disposto a fazer o seu papel: 79% dos brasileiros não veem problema em viajar para destinos onde verificações de saúde na chegada são procedimento padrão, e 77% não veem problema em usar máscara em público nos destinos em que isso é obrigatório.

Sem nenhuma surpresa, os viajantes brasileiros buscam segurança na indústria de viagens. Neste sentido, 67% deles esperam que as operadoras de viagem e demais fornecedores de serviço do setor de turismo descrevam claramente as medidas de segurança que estão tomando, enquanto metade dos viajantes do país (50%) concorda que exibir as políticas de limpeza e higiene são essenciais neste momento.  

Em resposta a um aumento na demanda dos viajantes que querem saber sobre as medidas de saúde e segurança tomadas pelas acomodações, a Booking.com agora garante que as medidas de segurança das propriedades (como: higiene, sanitização, distanciamento social) estejam visíveis na página da propriedade. Dessa forma, é possível ter a tranquilidade necessária ao reservar sua próxima viagem. Ao implementar as medidas de saúde e segurança em mais de 14 milhões de anúncios, a Booking.com faz com que vivenciar o mundo fique mais fácil para todos, de acordo com as suas necessidades. 

*Pesquisa encomendada pela Booking.com e realizada com um grupo de adultos que viajou a lazer ou a trabalho nos últimos 12 meses, e que planeja viajar nos próximos 12 meses (se/quando as restrições de viagem forem suspensas). No total, 20.934 entrevistados em 28 mercados responderam a uma pesquisa online em julho de 2020.

You cannot copy content of this page
X