News

Arquiteta quer zerar o envio de lixo para aterros sanitários no Brasil até 2030

Sending
User Review
0 (0 votes)

Fundadora e CEO da 4 Hábitos Para Mudar o Mundo, Ana Arsky transforma a cleantech em ecossistema para reverter as mudanças climáticas

Ana Arsky – CEO e fundadora da 4H. Créditos: Glenio Dettmar

Natural de São Paulo (SP), Ana Arsky se mudou ainda criança para o Distrito Federal e, em 1995, se formou em Arquitetura na Universidade de Brasília. Mesmo sendo especialista em Reabilitação Sustentável Urbana e de Edificações na área de Resíduos Sólidos, por muitos anos ela se dedicou ao design de interiores e arquitetura residencial, e teve grande sucesso: participou de seis edições da exposição Casa Cor, suas obras foram destaque na Vogue e ela colecionou prêmios. Em 2018, não vendo mais sentido nisso, Ana deixou o design para trabalhar com seu verdadeiro propósito – ajudar o planeta.

 Em 2019, ela fundou a cleantech 4 Hábitos Para Mudar o Mundo (www.4habitos.com.br),ou simplesmente 4H, onde atua como CEO. Hoje, Ana transformou sua startup em um ecossistema que pretende zerar a destinação de todos os tipos de resíduos para aterros sanitários e lixões no Brasil até 2030, ajudando a reverter as mudanças climáticas. Ela ainda é membro da Ellen MacArthur Foundation, que busca acelerar a transição para a economia circular a nível global, e cofundadora do ∞labs, um catalisador de ecossistemas voltados para a economia infinita.

O choque que a fez mudar de carreira foi notar que os dados a respeito da coleta de resíduos no país continuam os mesmos desde 2006, enquanto relia um antigo trabalho da pós-graduação. “Eu caí pra trás. Pensei ‘tenho uma dívida com o planeta e preciso fazer algo’. Percebi que a gente se desconectou do mundo. Usamos a natureza como fornecedora, não como nossa casa. Na natureza não existe lixo, costumo dizer que lixo é erro de design”, comenta Ana.

A 4H foi criada com base na teoria de que o cérebro humano leva três meses para transformar um novo hábito em uma ação automática. O primeiro hábito é separar os resíduos de forma correta; o segundo é reduzir a produção de lixo buscando alternativas sustentáveis; o terceiro é recuperar por meio de iniciativas simples, como fazer uma horta, plantar árvores ou recolher lixo da rua; o quarto hábito é multiplicar, ensinando os três primeiros hábitos a outras pessoas.

“Nosso ecossistema oferece às empresas tudo que é necessário para essa mudança de hábitos: diagnóstico, infraestrutura, suporte logístico e educativo para o engajamento dos colaboradores.Criamos literalmente um comunidade dentro das empresas, que passa a ser uma parte de toda a comunidade 4H. Além de ajudar o planeta, a nova prática gera retorno financeiro. Ao final, o volume de recicláveis aumenta consideravelmente e a receita da sua venda passa a ser de 50% a 200% maior, tudo gerido pela 4H – o dinheiro cai direto na conta da empresa”, explica Ana.

Diante de seu potencial de crescimento, a 4H já foi aprovada em programas de instituições como Sebrae, Bossanova, Deloitte Brasil e UK,  B2Mamy, Distrito, Seed MG, FiNEP, FAP DF, Planeta Startup da Microsoft e RedeTV!, Amcham, Inovativa de Impacto da Certi e Cubo Itaú.

Sobre a 4H – A cleantech 4H foi fundada em 2019, no Distrito Federal. Em 2022, evoluiu para um ecossistema que quer zerar a destinação de todos os tipos de resíduos para aterros sanitários até 2030, ajudando a reverter as mudanças climáticas. Em sua plataforma, os agentes do processo de descarte e reaproveitamento de resíduos são conectados e todos ganham. Além de eliminar os gastos das empresas no tratamento do lixo de forma sustentável, o lixo se transforma em dinheiro para as associações de recicladores e outros agentes do processo. Diante de seu potencial de crescimento, a empresa já foi aprovada em programas de instituições como Sebrae, Bossanova, Deloitte Brasil e UK, B2Mamy, Distrito, Seed MG, FiNEP, FAP DF, Planeta Startup da Microsoft e RedeTV!, Amcham, Inovativa de Impacto da Certi e Cubo Itaú, além de conquistar os selos do Sistema B e do Instituto Capitalismo Consciente Brasil (ICBB). É ainda membro da Ellen MacArthur Foundation e cofundadora do ∞labs. Em 2022, foi eleita a 6ª melhor startup do país pelo Ranking 100 Open, na categoria Water e Sanitation. Saiba mais em www.4habitos.com.br/.

Mais fotos da Ana Arsky podem ser acessadas e baixadas aqui: https://drive.google.com/drive/folders/1zCcOz__reTCIbTxRfnDtzAww_ofkdyzr?usp=share_link

Obs: Os créditos estão na legenda das imagens.

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: ter, 7 fev.

Advertisement