Sergio Marone
Entrevistas Programe-se

Sergio Marone recebe Padre Fábio de Mello no sexto programa “Só Coisas Boas”

No sexto episódio à frente do programa Só Coisas Boas, Sergio Marone recebeu Padre Fábio de Mello como convidado virtual, para falar sobre o atual momento que o Brasil e o mundo vivem.

Em tom descontraído, comentaram sobre a rotina do Padre na quarentena e a quantidade de banhos que ele tem tomando por dia. Mas também abordaram o assunto quem tem tomando a internet a as ruas nos últimos dias, o assassinato de George Floyd e as diversas manifestações que ocorreram como consequência disso.

Padre Fábio de Mello também falou sobre a questão da religiosidade, culpar Deus por ações provenientes do ser humano e ainda, como lidar com tudo que vem acontecendo.

Assista aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=Z71PGSJn9WM

Na próxima quarta-feira (10), o “Só Coisas Boas” vai ganhar um episódio extra com a continuação da participação de Padre Fábio, com mais momentos divertidos entre ele e o apresentador.

Sergio Marone segue com o ‘Só Coisas Boas” semanalmente, e comentou sobre como tem sido, “Está sendo incrível fazer o programa Só Coisas Boas, desde a troca com convidados, que são muito enriquecedoras sempre, um aprendizado enorme. Até ler os comentários das pessoas, o quanto mudou o dia delas, o quanto era necessário um programa desses, só com notícias boas e temas interessantes, abordados de um ponto de vista positivo e propositivo. E isso me faz muito bem também, ler essas mensagens, então acho que é um programa que faz muito bem pra todo mundo”.

Só Coisas Boas

Desde o início da pandemia no país e no mundo a população vem sendo bombardeada por informações e notícias, e em sua maioria ruins, por conta do cenário atual. Pensando nos benefícios de ser atingido por coisas boas e motivado a passar isso adiante, Sergio Marone lançou em maio o Só Coisas Boas, programa veiculado em seu perfil no Youtube, semanalmente.

A inspiração de seu programa é o Some Good News, idealizado pelo norte americano John Krasinski. “Me deparei com o programa e adorei, me senti bem, fiquei emocionado, foram 20 minutos que fizeram meu dia muito diferente. Pensei porque não fazer algo parecido no Brasil, e acredito que agora, mais que nunca, as pessoas estão querendo ouvir boas notícias e disseminar boas notícias”, explica Marone.

E completa, “É um momento pra gente refletir enquanto humanidade e semear uma mudança de comportamento, de paradigma, do entendimento do que é ser humano e o que é viver em sociedade. De entendimento que a raça humana não existe sem solidariedade, nós não estamos aqui pra ficar consumindo de maneira irresponsável, e explorando o planeta até seu limite.Temos que refletir e aprender as lições que a natureza está nos dando. Temos que sair dessa guerra, muito melhor, muito mais evoluídos como seres humanos. Entender que temos que preservar para garantir um futuro melhor, espero semear isso com esse projeto.”.