A decisão de dar um pet não deve ser somente emocional
Pets

Quando devo dar um pet de presente?

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Dra. Cecília Magalhães

É muito comum nesta época de final de ano pais, tios e namorados quererem presentear seus entes queridos com muito amor. Quem poderia representar melhor esse amor incondicional e, ao mesmo tempo, manter uma relação “viva” por muito anos? Um animalzinho de estimação.

Mas antes de cogitarem a ideia e o presente, gostaria de apresentar algumas informações, que acredito serem de grande valor no momento dessa decisão e mesmo na escolha desse companheirinho.
De acordo com a American Society for the Prevention of Cruelty to Animals (ASPCA), uma organização não governamental fundada em 1866 e muito respeitada pelo seu trabalho em prevenção à crueldade com animais:
• É estimado que, nos EUA, 44% das casas têm como pet um cão e 35% um gato, totalizando 78 milhões de cães e 85.800 milhões de gatos.
• Em 2018, aproximadamente 6.500 milhões de pets chegaram às associações protetoras, sendo que 3.300 milhões foram cães e 3.200, gatos.
• Em torno de 710.000 conseguiram ser reunidos aos seus familiares, sendo 620.000 cães e 90.000 gatos.
• Entre cães e gatos, 3.2 milhões foram adotados.
• Já o número de 1.500 milhão deles é sacrificado anualmente, aproximadamente 670.000 cães e 860.000 gatos.

E dois dados muito importantes na minha opinião: 46% de cães e 9% de gatos ainda são comprados, seja por impulso ou outros fatores; e 47% de cães e 40% dos gatos são relocados para outras famílias. As principais razões desses pets saírem da família original são problemas de comportamento, agressividade, o pet cresceu mais do que o esperado ou tem problemas de saúde com os quais o dono não tinha condições de lidar.

Todos esses números são relevantes para entendermos que a decisão de dar um pet não deve ser somente emocional. É uma decisão que implica em sérias consequências para todos os envolvidos, principalmente o pet.

Portanto, agora que está bem informado, se ainda acredita que seu amado será um dono perfeito, converse com um veterinário e leve em consideração:
• se a pessoa ou os pais estão prontos a ter um pet;
• a pessoa e a idade de quem vai receber esse pet;
• a disponibilidade financeira e de tempo para cuidar e treiná-lo;
• a raça, a pelagem, o temperamento e a socialização do animalzinho;
• a prioridade da adoção. Você estará fazendo um ato extremamente caridoso.

Dica: acrescente ao seu presente um seguro de saúde por toda a vida do pet. Este será um comportamento responsável e um presente completo.
Desejo a todos um 2020 com muito amor, solidariedade e empatia.

Boas Festas e Feliz Ano Novo!

Comente

Clique aqui para comentar

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 14 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page