Plataformas de streaming podem se juntar no futuro e oferecer um só pacote como nos serviço de TV a cabo.
TV

Qual será o futuro das plataformas de streaming?

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Até recentemente, a Netflix reinou no mercado mundial, mas perdeu espaço com a chegada de concorrentes de peso. Resta saber: há espaço para todas?

Há pouco mais de uma década, a Netflix invadiu milhões de lares pelo mundo afora, trazendo uma nova forma de assistir a filmes, séries, documentários etc. O sucesso foi meteórico e a empresa não parou de crescer já que oferecia um catálogo recheado. Vendo o êxito da plataforma de streaming, outras empresas ligadas ou não ao ramo da cultura, decidiram entrar na disputa para abocanhar uma fatia desse bolo que parecia não parar de crescer. Ocorre que com tantas opções no mercado, fica a dúvida sobre o que ocorrerá em breve nesse segmento.

A Netflix surgiu em 1997, como um serviço de locação de DVD pelo correio e foi vista como piada pela gigantesca rede de locadoras Blockbuster. O tempo se encarregou de mostrar o erro de avaliação que fora cometido.

Uma década depois, a Netflix se tornou uma plataforma de streaming, onde, o cliente pagava um valor mensal e tinha acesso a um catálogo de filmes e séries para assistir na hora que quisesse, bastando usar um aparelho que tivesse acesso à internet.

É bem verdade que no começo, a maioria dos filmes e séries não eram super lançamentos e o catálogo não tinha grande variedade, mas o valor a ser pago era irrisório e logo o número de assinantes disparou.

A Netflix passou a melhorar e aumentar o seu catálogo nos anos seguintes e o resultado foram centenas de milhões de novos assinantes pelo mundo todo. Com tamanho sucesso, a empresa passou a investir alto em produções originais, algumas conquistaram até prêmios importantes.

Foi nesse momento que outras empresas viram que tinham que entrar nesse mercado. Um das primeiras concorrentes a obter destaque foi a Amazon Prime Video, que chegou com um catálogo bem menos robusto, mas com um preço menor, o que fez com que muitos optassem por ela, levando em consideração a relação custo x benefício.

Logo veio a HBO Max que por ser originalmente um canal de TV a cabo com um grande acervo de filmes e séries, chamou a atenção e colocou um preço atrativo. Pouco depois, veio a Disney também fazendo barulho.

Ocorre que em seguida diversas empresas, estúdios de cinema e canais de TV decidiram entrar no mesmo mercado. Com isso, os melhores filmes e séries deixaram de ficar em apenas uma ou duas plataformas e se espalharam por várias, o que deixou de ser atrativo em termos financeiros para os clientes.

Sem conseguir mais adquirir com tanta facilidade e investir em produções originais, a Netflix aumentou consideravelmente o valor de suas mensalidades e impôs regras mais duras na questão do compartilhamento de senhas, mas o tiro saiu pela culatra e a empresa perdeu alguns milhões de assinantes pelo mundo.

Nova TV a cabo?

O que ocorrerá com esse mercado cada vez mais disputado de plataformas de streaming, ninguém consegue cravar com certeza, mas ganha força a ideia de que em breve, muitas delas possam se juntar em um só pacote e serem oferecidas ao público como nos serviços de TV a cabo. Isso até já começou a ocorrer envolvendo especialmente a Amazon Prime com algumas concorrentes menores, mas especialistas apostam em grandes pacotes com 10, 20 ou mais plataformas sendo oferecidas com um preço mais em conta do que se fossem contratadas separadamente.

Novos serviços

Outra novidade que pode pintar em breve seria a possibilidade de contar com games famosos nas plataformas de streaming. Aqui é preciso não confundir com os joguinhos grátis que já são oferecidos em algumas delas. O que se estuda seria disponibilizar jogos mundialmente famosos (e caros), além de lançamentos, onde os clientes pagariam uma taxa mensal para se divertir.

Em meio a esse momento de mudança, uma coisa é quase certa, dificilmente voltaremos a ter uma plataforma de streaming dominando grande parte do mercado com quantidade e qualidade, e ainda oferecendo um preço irrisório.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 22 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page