Business

MEI com nome sujo: vale a pena abrir empresa no vermelho?

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Mesmo com dívidas, é possível empreender

Muitos brasileiros acabam se endividando e ficam com o nome sujo. Uma das possibilidades de dar uma guinada profissional é trabalhar como MEI, de forma autônoma. Para quem tem dúvida se é possível abrir MEI com nome sujo, saiba que pode. Com base na Lei Complementar no 123, de 2006, restrições no CPF não impedem a abertura de MEI.

É importante, porém, estar ciente das pendências. Antes de tudo, é preciso verificar se há qualquer tipo de dados faltantes no cadastro. É possível regularizar a situação. O título de eleitor também precisa estar atualizado no sistema. Se o cadastro estiver em ordem, e a pessoa for maior de 18 anos, pode abrir MEI.

Se estiver com o nome sujo, é necessário checar a situação. Um levantamento da Serasa Experian aponta que a dívida dos brasileiros está concentrada em bancos e cartões para quase 30% deles; em utilidades, para pouco mais de 20%; telefonia, para pouco mais de 10%, assim como com comércio e serviços.

Em 2019, o número de brasileiros com o nome sujo chegou a mais de 60 milhões de pessoas, o equivalente a pouco mais de 40% de toda a população adulta do país. Abrir MEI é uma oportunidade de recuperar a vida financeira. Mas é preciso ter organização com os gastos mensais.

É fundamental também consultar os órgãos de proteção de crédito para pagar a dívida. Há possibilidades como o Feirão Limpa Nome, onde é possível consultar as dívidas e negociá-las. Fica mais fácil conseguir um desconto na dívida e se ver livre dela de imediato ou ainda parcelar o valor. As empresas oferecem bons descontos para o pagamento de dívidas.

Abrir MEI pode ajudar no movimento de tomar as rédeas da vida financeira, e investir nessa forma de atuar. Alguns bancos podem ficar com o pé atrás para abrir uma conta em nome da nova empresa, porém algumas instituições financeiras dão abertura para esse tipo de caso, e apostam na recuperação financeira do indivíduo em questão.

O melhor a se fazer é usar a oportunidade para criar uma fonte de renda que possa pagar a dívida. Voltar a ficar com o nome limpo traz alívio, confiança e autoestima. E também é essencial estar ciente do problema, para não deixar que isso aconteça novamente no futuro. Não se deve criar novas dívidas que terá dificuldade para pagar. Enxugar os gastos, até que as finanças estejam em dia, é um ato de responsabilidade financeira.

*Com informações de Conversation.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 14 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page