Programe-se

Série do ‘Como Será?’ propõe soluções para garantir a água potável nas cidades

Sending
User Review
0 (0 votes)

Arborização, legislação eficiente e reformas em prédios públicos são algumas das propostas dos especialistas.
No segundo episódio de ‘Por uma cidade + inteligente’, a preocupação com o abastecimento de água está no centro do debate. A série propõe soluções possíveis para temas relevantes da agenda dos candidatos às eleições municipais deste ano, como educação, saúde e economia criativa. A repórter Mariane Salerno conversa com especialistas sobre o que fazer para preservar a água potável usada pelas cidades. O presidente do Instituto Internacional de Ecologia (IIE), José Galizia Tundisi, ressalta a importância da arborização de zonas urbanas e explica como as árvores ajudam a regular o ciclo das chuvas, garantindo o abastecimento de reservatórios e lençóis subterrâneos. Ele lembra também que os futuros prefeitos podem criar leis municipais para aumentar a proteção das áreas verdes e intensificar a fiscalização da legislação já existente. Outra proposta é a utilização do software Arbio, desenvolvido no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para ajudar prefeituras a gerir as árvores espalhadas pelas cidades. Mariane conversa também com os professores e engenheiros da USP, Lucia Helena de Oliveira e Orestes Marraccini, que esclarecem como os governos municipais podem reformar os prédios públicos, evitando desperdícios. A água economizada serve para abastecer quem não tem acesso garantido à água potável.
No estúdio, Sandra Annenberg entrevista o médico Dirceu Rodrigues Alves Junior, especialista em segurança no trânsito. Ele fala sobre os principais cuidados que os motoristas devem ter ao pegar a estrada neste período em que muita gente viaja de férias. A boa condição do veículo deve ser a primeira preocupação. Outras dicas: o motorista deve estar descansado e ter ingerido apenas alimentos leves antes de dirigir.
Sandra também recebe no estúdio Suely Katz, fundadora da Associação Nosso Sonho, que promove a inclusão social de crianças e jovens com paralisia cerebral. Na entrevista, Suely fala do surgimento da associação, em 2007, e como ela desenvolve, hoje, formas de comunicação alternativa. Entre os projetos desenvolvidos pela Nosso Sonho está a revista Bem Vindo a Nós, produzida por 10 repórteres com paralisia cerebral responsáveis por todo o conteúdo.
O quadro #PartiuFérias exibe reportagem sobre MaToPiBa, a última fronteira agrícola do Brasil, que reúne cidades dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia em torno de tecnologias modernas de alta produtividade. O ponto de partida do passeio é a baiana Barreiras, cidade em franca expansão para receber os visitantes no novo circuito do ecoturismo do oeste baiano. Em São Desidério, também na Bahia, o público conhece rios, cachoeiras, lagos, paredões, corredeiras, trilhas e mais de 21 grutas da região.
A partir desta edição do programa, o ‘Como Será?’ reprisa o quadro ‘Sobre as asas’, apresentado por Max Fercondini e Amanda Richter. A bordo de um monomotor, o casal visita iniciativas sustentáveis em lugares pouco explorados do território brasileiro. A primeira parada é o Parque Nacional Grande Sertão Veredas, no sertão de Minas Gerais. Eles pousam na cidade Uruana de Minas para conhecer um projeto que revitaliza e valoriza as técnicas artesanais de fiação, tecelagem e tingimento natural, realizado por uma associação de mais de 100 artesãs.

Sobre o ‘Como Será?’
‘Como Será?’, parceria do Jornalismo e da área de Responsabilidade Social da Globo com a Fundação Roberto Marinho, tem como objetivo compartilhar com o público experiências transformadoras, exemplos de cidadania e colaborar para a construção de um futuro melhor ao tratar de maneira integrada temas como educação, ecologia, mobilização social, trabalho e inovação. É um espaço para apresentar, conhecer e incluir pessoas e ideias, que conta com a interatividade como grande aliada.

Crédito: Globo/Divulgação
O programa vai ao ar no canal internacional da Globo neste sábado, 9 de janeiro, nas Américas, dia 10, no Japão e Austrália e, dia 16, na África e Europa.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: seg, 15 abr.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page