Geral

Professora brasileira é nomeada bolsista do PhET Interactive Simulations

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Esta é a primeira vez em que o Brasil é contemplado no programa de bolsas, que conta com o apoio do Prêmio Yidan, prêmio global de educação inclusiva

PhET Interactive Simulations, projeto da Universidade de Colorado Boulder (EUA), acaba de selecionar 16 novos bolsistas de 11 diferentes países com o intuito de promover a educação em Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) em escolas e universidades da América Latina. Desde professores de matemática do ensino médio a professores de física, os bolsistas são reconhecidamente líderes acadêmicos comprometidos em transformar a educação STEM em seus respectivos países. Neste ano, a brasileira e professora de física Gisele Bosso de Freitas foi uma das selecionadas e, agora, se junta aos 32 bolsistas inaugurais de 2022.

Este programa faz parte da iniciativa PhET Global, apoiada pela Yidan Prize Foundation como parte das atividades do projeto do prêmio de 2020 Laureate Carl Wieman.

Um grupo de agentes de mudança

Em toda a América Latina, o PhET Fellowship está construindo uma rede crescente de embaixadores STEM. Pela primeira vez, este ano, o Brasil é um dos países que conta com um bolsista no programa. Gisele Freitas leciona física e tem realizado pesquisas sobre o ensino de STEM e computação quântica na Universidade Estadual do Tocantins, no Estado do Maranhão, há quase sete anos. Desde que se tornou uma tradutora do PhET, ela conheceu o programa PhET Fellowship e tem demonstrado grande satisfação por se tornar uma líder educacional e ter a oportunidade de trazer as simulações do PhET de forma mais efetiva para as escolas, melhorando a prática pedagógica e a qualidade do ensino e aprendizagem na região onde atua.

“Os principais agentes da mudança educacional são os professores. Os bolsistas PhET têm um grande compromisso com o ensino e são motivados por quererem impactar positivamente, não apenas seus alunos, mas toda a região da América Latina. Acreditamos que o programa PhET Fellowship é o estímulo que os professores precisam para alcançar suas ideias e se tornarem líderes do setor,” comenta Diana López, embaixadora do PhET. “Disponibilizamos uma comunidade internacional com a qual os professores conseguem se conectarem rapidamente, e encontram outros profissionais com a mesma visão e urgência por ações para melhorar a educação,” finaliza a embaixadora.

Por exemplo, em 2022, no Uruguai, Álvaro Suárez criou um curso PhET aprovado pelo governo para professores de física do ensino médio. O Ministério da Educação e Cultura do país também está colaborando com a equipe e, recentemente, lançou um workshop PhET como parte de seu programa de desenvolvimento profissional para professores de matemática e ciências no país.

Já na Colômbia, Diego Fernando Rodríguez González e Paola González Valcárcel estão trabalhando com a Secretaria de Educação de Bogotá para oferecer um workshop PhET aprovado pelo governo, complementando os esforços do governo para construir uma comunidade de professores especializados nos assuntos de STEM.

Ao iniciar o programa, os bolsistas de 2023 compartilharam algumas de suas ambições.  Eles desejam inspirar líderes educacionais, compartilhar habilidades e utilizar a tecnologia digital para transformar a qualidade e o impacto do ensino STEM em seus países.

Uma abordagem científica para o ensino e aprendizagem STEM

A educação é um fator fundamental no crescimento econômico e do desenvolvimento social de qualquer país. O Fórum Econômico Mundial prevê que a educação inclusiva, inovadora e preparada para o futuro pode agregar mais de US$ 2,5 trilhões em aumento de produtividade ao PIB global.

É essencial encontrarmos maneiras inovadoras para envolver e educar a próxima geração sobre os assuntos relacionados a ciência, tecnologia, engenharia e matemática. Atualmente, temos futuros cientistas, engenheiros e matemáticos nas salas de aulas que precisam construir uma compreensão profunda do mundo e desenvolver habilidades de resolução de problemas.

“Estou muito feliz em dar as boas-vindas a este segundo time de bolsistas do PhET. Tenho certeza de que eles são um excelente grupo de educadores que estão fazendo o máximo para ampliar o uso das simulações do PhET para melhorar a educação de ciências e matemática.”, comenta professor Carl Wieman, fundador do PhET Interactive Simulations, e ganhador do Yiden Prize 2020 como Laureado de Pesquisa em Educação.   

Por meio da bolsa PhET, os bolsistas promoverão uma espécie de comunidade de professores, alcançando pelo menos 800 acadêmicos em todo o continente, que promoverão o acesso dos alunos à educação STEM de qualidade. Juntos, eles acelerarão as abordagens de ensino e aprendizado de matemática e ciências por meio das simulações PhET, construindo, assim, uma comunidade de especialistas locais nos temas de STEM.

As simulações interativas PhET oferecem aos educadores e alunos acesso gratuito a uma coleção de mais de 160 simulações, semelhantes a jogos, para apoiar o aprendizado de STEM. Essas simulações são projetadas para incentivar a curiosidade e a exploração de assuntos científicos, tornando-os compreensíveis pelo uso de modelos visuais interativos.  As simulações podem ser realizadas online ou offline e foram traduzidas para 114 idiomas, incluindo espanhol e português.

A bolsa PhET irá desenvolver as habilidades de ensino e crescimento de cada bolsista por 18 meses, enquanto eles continuam em seus respectivos trabalhos em tempo integral. O programa acontecerá em duas fases. Primeiro, os bolsistas passarão cerca de 80 horas desenvolvendo habilidades profissionais e conhecendo os recursos PhET. Em seguida, eles terão mais de 70 horas de prática de liderança para apoiar os professores em seus países a usarem as simulações PhET.  

O PhET disponibiliza o acesso a milhares de planos, aulas gratuitas e tarefas de casa para o público geral, que criam uma conta PhET. Professores também podem aprender mais sobre webinars, workshops e programas aqui.

Sobre o PhET Interative Simulations

PhET Interactive Simulations, desenvolvido na University of Colorado Boulder, é uma coleção de mais de 160 simulações gratuitas e flexíveis para ajudar os alunos a explorar matemática e ciências por meio de ambientes semelhantes a jogos. Desde 2002, PhET desenvolve simulações interativas por meio de pesquisa, co-design e testes de usuários, avançando no design de tecnologia educacional e no que alunos entendem sobre os conceitos STEM. As simulações PhET são recursos líderes em assuntos STEM e têm ampla adoção por professores STEM em todo o mundo, com mais de 250 milhões de usos on-line anualmente.

Sobre o Yiden Prize

Yidan Prize Foundation é uma fundação global filantrópica, com a missão de criar um mundo melhor por meio da educação. Por meio de seu prêmio e rede de inovadores, a Yidan Prize Foundation apoia ideias e práticas de educação — especificamente aquelas com o poder de mudar, positivamente, vidas e sociedades.

Yidan Prize é um prêmio de educação inclusiva que reconhece indivíduos ou equipes que contribuíram significativamente para a teoria e prática do setor. Ele consiste em dois prêmios: o Yidan Prize for Education Research e o Yidan Prize for Education Development, e são projetados para causar o seguinte impacto: os laureados recebem um fundo de projeto de HK$ 15 milhões ao longo de três anos, ajudando-os a ampliar seu trabalho, uma medalha de ouro e um prêmio em dinheiro de HK$ 15 milhões (dividido igualmente para as equipes).

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 21 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page