Paula Mescolin nos fala de sua arte
Arte

Paula Mescolin: “Vida é canvas que colorimos com o tom das nossas escolhas”

Sending
User Review
0 (0 votes)

Por Jade Matarazzo

Um mergulho nas profundezas do sentimento, em que cada detalhe faz uma diferença tão imensa, que transborda; às vezes, em tinta, outras tantas em riso, outras em lágrima ácida que se dilui no canvas, que traz de volta sua força, numa cromoterapia constante. Assim é Paula Mescolin.

A poetisa e artista plástica tem uma história e tanto. Brasileira, carioca da gema, sobreviveu a um linfoma maligno aos 5 anos de idade e a um carcinoma aos 11. Entre idas e vindas ao exterior para tratamentos, ela teve sempre o estímulo da mãe, Nana Marques, para superar obstáculos por meio de atividades lúdicas e arte.

“Vida é canvas que colorimos com o tom das nossas escolhas”, diz a artista, que vive na Flórida desde 2015, está curada do câncer há 30 anos, é casada há 18 com o engenheiro Paulo Mescolin e é mãe de Maria Clara Mescolin, de 16, e Pedro Mescolin, de 9. “De acordo com os médicos, o ideal seria não ter filhos, mas eu sou rebelde! (risos). Se Deus me curou duas vezes, pensa bem! Sou protegida, minha gente! O mínimo que poderia fazer era retribuir com vida, gerando esses dois seres incríveis, que me trazem puro amor e redenção, afinal, ser mãe é benção divina, mas também implica pagar todos os pecados cometidos e não cometidos”, brincou a artista.

O trabalho de Paula como artista plástica tem incontáveis influências, mas uma é bem latente. Trama e urdume. Ela tem formação em Moda e é pós-graduada em Artes. Suas peças trazem uma leitura estética, entrelaçada dos tecidos. DNA de tudo o que somos. Tecidos à base de júbilo, pranto, amor e perdão. As pinceladas de Paula refletem todas as emoções da artista, algo que vem da profundidade das entranhas; a trama e o urdume que transformam o nada em algo concreto, num gestual que desliza em canvas, direções definidas e ao mesmo tempo libertas, que se sobrepõem em texturas cativantes.
A artista hoje vive em Miami e está rapidamente conquistando o mercado com suas telas e colagens. A arte americana fez uma bela aquisição, mas ela é Tupiniquim. Ela é verde e amarela. Ela é nossa.

Tela de Paula Mescolin

Tela de Paula Mescolin

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 28 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page