Vida e Saúde

Dicas para entreter as crianças nas férias

Sending
User Review
0 (0 votes)

Elaborar um cronograma de atividades ajuda a manter os pequenos ocupados, prevenindo longos períodos em frente às telas

As férias escolares são o período mais aguardado pelas crianças e adolescentes. Para muitos pais, no entanto, pode parecer uma maratona. É preciso ter muita criatividade para manter os filhos longe dos eletrônicos durante esse período, principalmente se a época de descanso deles não condiz com o mesmo período de férias dos pais. E então, o que fazer? A estratégia mais eficaz é não sobrecarregá-los com compromissos. 

Por outro lado, não dá para deixá-los sem direção. “Organizar momentos com a família e os amigos, como propor brincadeiras ao ar livre em meio à natureza, montar piquenique com a participação da criança no preparo dos alimentos, fazer uma horta, construir um álbum de memórias sobre as férias, são algumas alternativas que criam memórias afetivas para que os pequenos levem para a vida”, afirma Karina Braga, coordenadora da Educação Infantil do Colégio Positivo, Joinville, em Santa Catarina.

Para facilitar o dia a dia da família, a educadora elaborou algumas sugestões fáceis de serem colocadas em prática. Elas ajudam a manter os filhos ativos, estimulados, vivenciando coisas novas e, portanto, bem distantes das telas. Veja só:

  • Atividades ao ar livre: explore parques e praças próximos de casa; faça piquenique com a ajuda das crianças no preparo dos lanches; leve-a para andar de bicicleta. Aproveite o sol e a natureza, seja no quintal de casa, no playground nos momentos livres, ou leve-as à praia ou à piscina aos finais de semana. 
  • Oficinas e atividades criativas: faça artesanato, pintura, desenho, culinária (peça ajuda na hora do preparo das refeições e até na hora de pôr a mesa). Incentive a criatividade e crie momentos de diversão enquanto aprendem.
  • Dias de cinema em casa: escolha filmes, faça pipoca e crie uma atmosfera de cinema em casa. “É uma maneira relaxante de aproveitar um tempo juntos. Mas lembre-se sempre de considerar as preferências e idades das crianças para adaptar os títulos de interesse delas”, orienta.

Tempo de qualidade

Segundo especialistas, é muito mais proveitoso para a criança que os pais ou responsáveis permaneçam 15 a 20 minutos, totalmente dedicados a ela, do que passar horas, mas estar focado em outra atividade. “O tempo de qualidade é tudo aquilo que aproveitamos ao máximo. Quando a família está trabalhando, o período que está junto precisa ser inesquecível, mesmo que seja nos momentos diários, como a hora do banho, o preparo das refeições, a organização dos brinquedos”, orienta. “Fazer desses pequenos momentos um hábito é fundamental para criar memórias e estabelecer vínculos afetivos. É se fazendo presente nas ações diárias que construímos relações com a criança. Isso pode ser feito desde a visita a lugares diferentes, a construção de brinquedos, a resgatar brincadeiras com a participação da família e até transformar elementos da natureza (como pedras, folhas e galhos de árvores) em obras de arte feitas em conjunto”, detalha. “Somos referência para a criança. Tudo aquilo que ensinamos com entusiasmo e alegria serve de exemplo. Participar da brincadeira e/ou atividade o tempo de concentração dela é maior, o resultado é muito positivo. Quando a criança fica ociosa, ela busca outros estímulos, que podem ser na tela da TV, do computador ou do celular”, exemplifica.

A especialista em Educação avalia que a escolha de quem ficará com a criança é muito importante. “Entender o tempo de qualidade fora das telas é fundamental para que os pequenos descubram a capacidade de aprender, construindo e imaginando coisas novas”, afirma. “Se a pessoa que acompanha a criança tiver um olhar de encantamento, tudo acaba virando uma grande brincadeira.” 

O que fazer quando os pais estão trabalhando?

Organizar atividades para as crianças durante o período em que os pais estão trabalhando pode ser desafiador, mas é viável, se houver planejamento. Muitas delas podem ser realizadas mesmo sem a presença dos pais, desde que a criança esteja aos cuidados de algum parente ou outra pessoa de confiança. Aproveite para colocar em prática todas as ideias de atividades possíveis. Dessa forma, fica mais fácil montar um cronograma completo.

  • Desenvolva a rotina, estipulando um horário destinado ao filho.
  • Convide a criança a participar do preparo do alimento e organização da mesa; promova conversas durante as refeições.
  • Leve novidades para a hora do banho, como brinquedos diferentes e desenhos no piso, tornando esse momento mais divertido.
  • Intercale encontros com os pais de algum amigo, sendo cada dia em uma casa. Providencie jogos e brinquedos para que possam se divertir sozinhos, com a sua supervisão.
  • Estimule a escolha de uma atividade nova, como um curso de arte ou um esporte.
  • Transforme a garagem de casa ou a sacada do apartamento em um ateliê de arte.
  • Cultive o hábito de contar histórias antes de a criança adormecer.
  • Mantenha sempre atividades que possam ser feitas de forma independente pela criança, com momentos supervisionados, dependendo da idade e capacidade de concentração do pequeno. 
  • Lembre-se de estabelecer horários para essas atividades, para que as crianças saibam quando é hora de brincar sozinhas e quando é hora de envolver os pais.

Sobre o Colégio Positivo

O Colégio Positivo compreende sete unidades na cidade de Curitiba, onde nasceu e desenvolveu o modelo de ensino levado a todo o país e ao exterior. O Colégio Positivo – Júnior, o Colégio Positivo – Jardim Ambiental, o Colégio Positivo – Ângelo Sampaio, o Colégio Positivo – Hauer, o Positivo International School, o Colégio Positivo – Água Verde e o Colégio Positivo – Boa Vista atendem alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, sempre combinando tecnologia aplicada à educação e professores qualificados, com o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários. Em 2016, o grupo chegou em Santa Catarina – onde hoje fica o Colégio Positivo – Joinville e o Colégio Positivo – Joinville Jr. Em 2017, foi incorporado ao grupo o Colégio Positivo – Londrina. Em 2018, o Positivo chegou a Ponta Grossa (PR), onde hoje está o Colégio Positivo – Master. Em 2019, somaram-se ao Grupo duas unidades da escola Passo Certo, em Cascavel (PR), e o Colégio Semeador, em Foz do Iguaçu (PR). Em 2020, o Colégio Vila Olímpia, em Florianópolis (SC), passou a fazer parte do Grupo. Em 2021, a St. James’ International School, em Londrina (PR), integrou-se ao grupo. Em 2023, o Positivo chega a São Paulo, com a aquisição do Colégio Santo Ivo, e passa a contar com 17 unidades de ensino, em oito cidades, no Sul e Sudeste do Brasil, que atendem, juntas, aproximadamente 18,5 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Médio.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: ter, 23 jul.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page