Marina e condomínio que acabam de ser inaugurados em Tampa
José Roberto Luchetti Orlando

Custos imobiliários residenciais devem seguir em alta também na Flórida Central

Contabilidade
Sending
User Review
0 (0 votes)

Os custos imobiliários, principalmente em condomínios, em toda a Flórida, cresceram despois do desabamento de parte do edifício Champlain Towers, em Surfside, em 2021, que deixou 98 mortos. Mudanças na legislação do estado impuseram vistorias técnicas de engenharia que elevaram os custos de HOA, que é a sigla para a associação de proprietários de imóveis, mas também fizeram subir o valor dos seguros.

Nas regiões de Orlando, Kissimmee e nas cidades da baía de Tampa não foi diferente. A reportagem da Acontece constatou que, dependendo do imóvel e da região, o seguro residencial dobrou ou triplicou, e o seguro de inundação aumentou 15%, em média, de 2021 para 2022. Segundo Gustavo Mori, que é managing partner da Vitae Group, agência de seguros em Miami, tanto casas quanto apartamentos estão sofrendo o impacto dos reajustes muito acima da inflação. “Os índices variam de acordo com a seguradora e imóvel – como média geral, observamos elevação de 30% a 50%, mas há segurados que chegam a ter reajuste de 100%, mesmo sem qualquer sinistro registrado”. Mori destaca que está havendo muita restrição por parte das seguradoras em recusar renovação em condomínios mais próximos da costa e/ou muito antigos.

Questionado pela reportagem sobre como o mercado irá se comportar neste ano, Gustavo Mori afirma que a tendência nas conversas entre os demais especialistas é de que ainda devemos passar por reajustes, para além da questão inflacionária. “Em 2022, havia uma expectativa de amenização a partir do segundo semestre, o que não se manifestou”. O executivo da Vitae Group lembra que a Citizens, que é uma seguradora sem fins lucrativos, vem aventando a possibilidade de aplicar aumentos na casa de dois dígitos no preço das renovações a partir do último trimestre de 2023. “Essa é uma seguradora que tem conquistado mercado de forma significativa em razão de ser a única opção para diversas propriedades. Uma precificação maior nessas apólices poderá gerar um movimento de demanda em outras seguradoras, com potencial de elevar ainda mais o custo das apólices”, prevê. Mori acredita que se houver mudanças legislativas no sentido de retomar a confiança das seguradoras em atuar no sul da Florida é possível uma contenção nos reajustes.

O executivo diz que as pessoas têm se queixado com frequência por conta dos reajustes e ressalta que, tradicionalmente, a Vitae Group sempre ofereceu aos clientes ao menos três opções de seguro no momento de renovação. “Hoje em dia, há cenários em que não há qualquer alternativa para além de seguir com a mesma seguradora”, finaliza.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: sáb, 18 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page