O casal Herica e Val Oliveira, donos da Sleep Plus, tem 20 anos de experiência no mercado de colchões
Vida & Saúde Vida e Saúde

Conforto e saúde na hora de dormir

Sending
User Review
0 (0 votes)

Há quanto tempo você não troca o seu colchão? Esse é um ítem doméstico muito necessário mas que às vezes passa despercebido, e tem gente que vive anos sem lembrar de trocar o colchão. O que muita gente não sabe é que a qualidade do colchão está diretamente relacionada à qualidade de vida. Fatores que devem ser levados em consideração, como a anatomia do corpo humano (diferenças do corpo feminino e masculino), se a pessoa dorme sozinha ou acompanhada, se o casal partilha da mesma preferência em conforto e tamanho, peso e posição de dormir são pontos importantes na escolha do colchão, que vão depender da necessidade individual de cada pessoa.
Com a tecnologia, a oferta é cada vez maior. O colchão ortopédico é o mais recomendado para promover uma coluna saudável devido ao suporte progressivo, dando conforto e ao mesmo mantendo a coluna na posição adequada. Pessoas com mais peso também podem encontrar mais conforto neste tipo de colchão, que suporta mais peso. Além de ser ortopédico, contém terapias magnéticas e infravermelho longo, que promovem um bem estar maior e melhoram o sistema imunológico, promovendo um sono profundo.
O casal de empresários Val e Herica Oliveira vive nos Estados Unidos há 30 anos e tem longa experiência no ramo de colchões ortopédicos e terapêuticos. Há 20 anos no mercado de colchões, eles abriram a rede Sleep Plus há 2 anos, de fabricação própria, com lojas na Flórida e em Boston. “Hoje em dia, o mercado de colchões é de grande variedade, como os fabricados com molas, espuma poliuretano, látex, memory foam e vários outros materiais, ou seja é um mercado bastante amplo”, afirma Herica. Para cada tipo de colchão, os preços também variam. “O preço do colchão vai depender da qualidade e marca. O preço geralmente parte de US$ 200. A escolha depende de quanto o cliente está disposto a gastar no seu colchão”. E investir no bom sono é uma questão de conforto e de boa saúde. “A Sleep Plus foi a realização de um sonho de ter nossa própria fábrica aqui nos Estados Unidos. A nossa missão é promover não só conforto, mas também a saúde enquanto a pessoa dorme”, afirma Oliveira.
Por isso, é fundamental escolher o colchão correto e principalmente não economizar na hora de comprar o colchão novo, afinal de contas, ele será o seu companheiro de todas as noites. Mais informações em sleepplususa.com

 

Mitos e verdades sobre o sono
• Existem diversos mitos sobre o sono. Desde nossos avós, ouvimos histórias sobre o que faz mal na hora de dormir, o que fazer para dormir bem, o que comer para ter um bom sono e muito mais. Veja alguns mitos e verdades sobre o sono:

• Assistir TV ajuda a pegar no sono? Mito
O som e a luminosidade da televisão podem atrapalhar o sono ao invés de ajudar. É importante manter um ambiente calmo para que o corpo aproveite ao máximo as horas de sono.

• Dormir de barriga cheia faz mal? Verdade
Ao consumir alimentos pesados, o organismo inicia o processo de digestão que, por sua vez, acelera o metabolismo. Com isso, o corpo não relaxa e o sono não ocorre de forma eficaz.

• Exercícios físicos antes de dormir fazem bem? Mito
Muitos acreditam que fazer exercícios antes de ir para a cama garante uma boa noite de sono. De fato, quando o corpo está cansado, necessita de repouso. Mas o organismo libera uma série de hormônios estimulantes, que fazem com que o corpo mantenha-se ativo. Recomenda-se que haja um intervalo de duas horas entre a atividade física e o sono.

• O alface estimula o sono? Verdade
O alface possui uma ótima ação sedativa, facilitando o sono. Uma dica é ingerir alface em uma boa salada no jantar.

Foto: Ana Roque

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: qua, 21 fev.

Advertisement

Advertisement

Categorias

You cannot copy content of this page