Fidelize seus clientes criando programas que premiam a sua lealdade
Business

Que nome dar à empresa

Sending
User Review
0 (0 votes)

ADP, DMM, ETI, ADC, APEC, BCW.
Qual dessas empresas você se lembra? Não se preocupe, quase ninguém passa nesse teste. Isso porque as pessoas não se lembram de monogramas. Monograma não tem apelo. Da mesma forma, monograma não tem atitude, não tem promessa, não tem calor e não tem mensagem.
Então porque tantas empresas usam monogramas como nomes? A culpa é da IBM. O sucesso da IBM convenceu empresários que, se eles colocassem um nome do tipo IBM nas suas empresas, teriam sucesso semelhante. É como pensar que, calçando os tênis do LeBron James, você jogaria igual. É como pensar que o jantar é a causa da meia noite, já que a meia noite acontece algumas horas depois do jantar. Dê um verdadeiro nome à sua empresa, não um monograma.

Promoções que funcionam
Uma das promoções de maior sucesso em toda a história é o programa “Frequent Flyers”, criado pelas linhas aéreas. O sucesso ultrapassou as próprias fronteiras da indústria e criou vida própria em inúmeros outros ramos de atividade – telecomunicações, cartões de crédito, lojas de departamento, entre outras centenas de promoções paralelas.
Um dos pontos mais fortes da promoção é que premia a lealdade. Muitas outras promoções fazem exatamente o contrário. Incentivam o consumo. Por exemplo: compre um e leve outro pela metade do preço. Trata-se de uma vantagem, sem dúvida, mas onde está a lealdade? Pensam em seus próprios bolsos e se esquecem de premiar a lealdade do cliente.

A Busca pela perfeição.
É muito comum ficarmos paralisados frente a um novo projeto e não passar à fase de execução por simples busca à perfeição.
Aqui está uma nova maneira de avaliar quais são os melhores projetos.

a) Muito bom
b) Bom
c) O Melhor
d) Regular
e) Muito Ruim

“O melhor” abaixo de bom, por quê? Por que geralmente, chegar ao melhor é muito complicado. Primeiro: é fácil se conseguir unanimidade sobre o que é melhor? Quanto tempo vai levar para um acordo? Quanto tempo vai levar para que se consiga o melhor? O que vamos ter de sacrificar em outras áreas – custo, produtividade, rapidez na entrega – para atingir o melhor?
E, talvez, o mais importante, toda essa excelência realmente beneficiará as pessoas para as quais esse “melhor” está sendo feito? Valerá o custo, isto é, o cliente estará disposto a pagar a diferença pelo melhor?
O processo de planejamento tende a atrair os perfeccionistas. Mas, no subconsciente, alguma coisa paralisa essas pessoas: o medo que descubram que o projeto não é perfeito. Então, para não correr o risco de serem descobertos, preferem não fazer nada. Eles esperam. As empresas eficientes não são aquelas que fazem grandes projetos, mas aquelas que colocam os bons projetos em prática.
*Por Lineu Vitale

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

CurrencyRate

Advertisement

You cannot copy content of this page