Jogador do Orlando City comemora gol e invencibilidade
Esporte

Orlando City amplia invencibilidade na MLS para oito jogos Orlando

Sending
User Review
0 (0 votes)

O Orlando City levou cerca de 30 mil torcedores para o estádio Orlando Citrus Bowl, em sua segunda partida pela temporada 2016 da Major League Soccer (MLS), contra o Chicago Fire. Com gol no começo da partida, Lions empatam em 1 a 1 contra o Chicago Fire
O público presente conferiu a estreia do meia Antonio Nocerino. O ex-Milan esteve em campo durante 60 minutos e falou sobre sua primeira experiência em campo na liga norte-americana: “A atmosfera aqui é surpreendente. A força que o Orlando City tem quando joga em casa, graças ao apoio da torcida, é incrível”. Sobre a comparação com as ligas da Europa, Nocerino explicou: “Na Itália, há mais foco na tática, já a MLS é mais agressiva, foca bastante na velocidade e exige bastante fisicamente”.
Com 67% de posse de bola no primeiro tempo, o Orlando City SC trabalhou sua ofensividade desde o início. O resultado foi o gol de Cyle Larin, marcado aos 4 minutos, o segundo do atacante em dois jogos.
Mesmo atrás no placar, o Chicago Fire não se intimidou e, aos 14 minutos, João Goossen deixou David Accam cara a cara com o goleiro Bendik, marcando para os Reds e deixando tudo igual. Após o empate, a partida ficou bastante equilibrada, com ataques perigosos dos dois lados. Mas aos 32 minutos, Michael Harrington foi expulso após entrada perigosa no capitão da noite, Brek Shea, deixando o Fire desfalcado.
No segundo tempo, o Orlando City fez inúmeras investidas contra o gol adversário, com Molino criando boas oportunidades e Cyle Larin sendo bastante acionado, mas parou nas boas defesas de Matt Lampson. Aos 73 minutos, Hadji Barry entrou na partida e trouxe um novo gás para os Lions, assim como Pedro Ribeiro, que substituiu o estreante Nocerino e quase empatou a partida com um foguete de fora da área que acabou atingindo o travessão.
“Estamos obviamente desapontados com o resultado final. Mais uma vez, o time criou muitas oportunidades, mas não falhou nas finalizações”, disse Adrian Heath, técnico do Orlando City. “O time do Chicago Fire também tem de levar o crédito. Com homem a menos, eles se organizaram bem na defesa, sem deixar de nos ameaçar nos contra-ataque”, completou.
O atacante Cyle Larin também falou sobre as oportunidades perdidas pela equipe. “Acho que não demos o suficiente hoje. Se tivéssemos pressionado mais, eles estavam com 10 homens, poderíamos ter ampliado o placar em até três gols”, lamentou.
O Orlando City fará sua primeira partida fora de casa nessa temporada no próximo dia 18 de março, contra o New York City FC, às 21h. Após a partida no Yankee Stadium, os Lions retornam ao Orlando Citrus Bowl em 3 de abril para receber o Portland Timbers.

 

TIMES 1 2 final
Orlando City 1 0 1
Chicago 1 0 1

 

GOLS
ORL – Cyle Larin (Kevin Molino) 3′
CHI – David Accam (John Goossens) 14′

 

Sobre o Orlando City
O Orlando City é um time que representa a paixão brasileira na liga de futebol que mais cresce no mundo, a Major League Soccer (MLS). Clube de propriedade do empreendedor brasileiro Flávio Augusto da Silva, o Orlando City jogou em 2015 sua temporada de estreia na principal liga dos Estados Unidos e do Canadá, com o meia Kaká como seu capitão. O estádio Orlando Citrus Bowl, palco da Copa do Mundo de 1994 passou por uma renovação de $200 milhões de dólares e é a atual casa dos Lions. Em 2017, o Orlando City vai inaugurar seu próprio estádio, uma arena moderna e confortável, com capacidade para 25,5 mil torcedores, no coração da cidade.
Em sua temporada inaugural na MLS, os Lions quebraram o recorde de maior média de público da história da liga para um time estreante – 32.847 pagantes por jogo nas partidas realizadas em Orlando -, tornando-se ainda a franquia que mais rapidamente atingiu a marca de meio milhão de torcedores em casa. Os torcedores do Orlando City estabeleceram ainda o recorde de público do estádio Orlando Citrus Bowl logo na estreia histórica do clube na MLS, no dia 8 de março de 2015: 62,5 mil espectadores. Os Lions não cativaram apenas o coração da população local, como vêm consolidando sua marca globalmente com jogos transmitidos ao vivo para mais de 120 países e narrados em 30 idiomas diferentes.
Em outubro de 2015, o Orlando City anunciou a criação de seu segundo time, o Orlando City B, que disputará a liga USL a partir de 2016, com a missão de desenvolver jovens atletas, principalmente provenientes das divisões de base do clube.
Os Lions lançaram ainda um time profissional feminino para a temporada 2016. O Orlando Pride vai disputar a National Women’s Soccer League (NWSL). A equipe será dirigida pelo renomado técnico Tom Sermanni, ex-treinador das seleções dos EUA e da Austrália, e terá a estrela da seleção dos EUA, Alex Morgan, como uma de suas principais jogadoras.

Advertisement

Agenda de Eventos Acontece

Taxa de câmbio

Taxas de câmbio USD: dom, 19 maio.

Advertisement

Advertisement

Categorias

plugins premium WordPress

You cannot copy content of this page