Business Coronavirus

Home office organizado dobra volume de vendas

De repente as empresas precisaram se reorganizar e adaptar, tentar pensar em um plano B em questão de horas. Mas não foi assim para todos, algumas empresas, mesmo não imaginando que uma pandemia tomaria conta da rotina, já estavam preparadas de forma instintiva para um novo formato de trabalho, a pandemia só ajudou a acelerar esse processo. 

Foi o que aconteceu com a Mitfokus, uma empresa de Campinas, que oferece tecnologia para consultórios médicos, e já era praticamente toda digitalizada, disponível na nuvem para seus colaboradores. Sair da estrutura física para o home office se tornou só uma questão de logística de equipamentos.                            

Muitas empresas de tecnologia tiveram mais facilidade durante essa adaptação, por se tratar de um movimento já familiarizado. Converter os processos de trabalho para o formato digital é uma prioridade para muitos, e armazenar os arquivos na nuvem é um aspecto importante, que possibilita a operação de qualquer lugar do mundo. 

Lucas Augusto Les de Souza, Consultor Tributário da Mitfokus, conta que desafio foi manter o ritmo presencial, e não apenas o cronograma de trabalho, mas também a interação entre a equipe. Prática que foi bem sucedida, graças a algumas ações integradoras, até a tradicional hora do cafezinho não foi esquecida.

“O cronograma de reuniões semanais de acompanhamento foi ampliado e aparatos de trabalho (cadeiras, fones de ouvido, laptops, celulares, etc.) foram oferecidos para o trabalho remoto. Além disso, o marketing interno promoveu um ‘café virtual’ entre os colaboradores, através do envio de bolos por aplicativos de refeição”, lembra a colaboradora Ana Carolina Uliana, Consultora Tributária da Mitfokus.

Para ela, essa reorganização oportunizou mais qualidade de vida para o funcionário. “Não há tempo de deslocamento entre domicilio e serviço, este é destinado à produção, economia com gastos alimentares, companhia de familiares, segurança física”.

Modelo fez empresa bater recorde de vendas durante a pandemia

E o que era para ser aparentemente um momento de cautela, se reverteu e os números demonstram isso: “Batemos recorde de vendas no meio da pandemia devido à nossa presença digital nas mídias sociais, tanto de sócios quanto de colaboradores. É possível dizer que incrementou 100% em relação ao primeiro trimestre do ano”, ressalta Júlia.

Todas as medidas tomadas de forma ágil possibilitaram algumas mudanças importantes. A empresa voltou ao regime presencial de forma parcial, foi realizada uma pesquisa interna e todos decidiram por um home office híbrido, com dois dias presenciais e três home office. 

Esse novo cenário ampliou a visão da empresa, que conseguiu converter completamente o que poderia ser um problema em solução: “Dobramos nossas vendas durante a pandemia, investimos em comunicação, fizemos parcerias com influenciadores da área financeira, lives. Adotamos estratégias extremamente resolutivas que auxiliaram ainda mais no crescimento da empresa”, finaliza a CFO Júlia Lázaro.