Foto Pexels/Sarah Howell
Turismo

Dez parques nacionais para desfrutar da natureza selvagem

Março marca a chegada da primavera e para comemorar essa estação, nada melhor do que entrar em contato com a natureza. Nos Estados Unidos, são muitas as opções de parques que proporcionam um rico show de beleza selvagem. O Trip Advisor fez uma seleção dos dez melhores do país. Confira:

Grand Canyon National Park, Arizona

Com 1,6 km de profundidade e 16 km de largura, o Grand Canyon é uma atração imperdível, tanto que é reconhecido como patrimônio Mundial da UNESCO. São mais de cinco mil quilômetros quadrados de desfiladeiros. Por todo local, há vários mirantes para apreciar a paisagem. Existem diferentes opções para conhecer o parque, como um passeio de mula pelo longo da trilha da Borda Sul, passear de helicóptero pelo alto do desfiladeiro, ou se aventurar em um rafting nas corredeiras do Rio Colorado. Fato mesmo é que todos se encantam com as rochas multicoloridas, os penhascos imponentes e as ravinas maravilhosas.

Foto: Flickr

Great Smoky Mountains National Park, Tennessee

Não é à toa que esse é o parque nacional mais visitado dos EUA todos os anos, pois há muito o que ver e fazer. Aprecie a incrível diversidade de árvores e animais (ursos, pumas, veados etc.), trilhas, cachoeiras, cavernas e mirantes. São mais de 2100 km² de natureza selvagem. A cidade de Pigeon Forge fica aos pés da Smoky Mountains e é a que oferece a melhor infraestrutura para quem vai com a família ou grupo de amigos e que realizar alguns passeios à noite. Há excursões guiadas e locação de veículos especiais para desfrutar melhor do parque.

Foto: Pexels/Lukas Kloeppel

Yellowstone National Park, Wyoming

Inaugurado em 1872, o parque detém uma das maiores concentrações de gêiseres do planeta (mais de 300), com águas termais “saltando” para admiração dos visitantes. Os lagos de diversas cores, os lagos termais e a fauna diversificada também merecem destaque. Outra atração são os vários tipos de animais espalhados por Yellowstone, como ursos-pardos, ursos-negros, lobos, bisões, alces, cervos, etc. Para quem não curte ficar parado, há várias atividades, como birdwatching, mountain bike, canoagem e pesca esportiva O parque possui ainda vários restaurantes, pousadas e espaços para piqueniques.

Foto: Wikimedia

Zion National Park, Utah

Com formações rochosas de arenito formadas há milhões de anos, o parque possui incontáveis trilhas e locais para simplesmente se sentar e apreciar a grandeza e beleza à sua volta. Há também muitos desfiladeiros, animais (carneiros selvagens, lagartos, veados-mulas etc), sítios culturais e uma variedade incrível de flores que pode ser apreciada especialmente durante a primavera. Alguns dos penhascos possuem mais de 300 metros de altura.

Foto: Wikimedia

Glacier National Park, Montana

Difícil descrever com justiça um cenário de mais de 4.000km² com duas cadeias de montanhas, vales, mais de 130 lagos, mais de mil espécies diferentes de plantas e centenas de espécies de animais. Existem 1.127 quilômetros de trilhas de hiking para apreciar tanta beleza, mas há muitas outras atrações como andar a cavalo pelo Logan Pass vendo cabras e carneiros selvagens correndo por prados cobertos de flores; fazer rafting no Rio Flathead, ver a aurora boreal ou a Via Láctea etc. No local há muitos chalés e pousadas confortáveis para recobrar as forças e continuar desfrutando da natureza.

Foto: David Mark/Pixabay

Grand Teton National Park, Wyoming

Prepare-se para se deparar com uma das paisagens mais incríveis do mundo, o Grand Teton National Park possui florestas verdejantes, lagos alpinos de águas cristalinas, picos irregulares, bisões que correm livremente e muita beleza selvagem. Os visitantes podem optar por um passeio tranquilo por uma trilha natural ou participarem de uma expedição para fazer a escalada de um pico. Também é possível aprender sobre fauna, geologia ou ecologia, pois o local conta com guardas-florestais que ensinam os que passam por lá. Outra atração é pescar no Jackson Lake. Há vários locais no parque onde é possível acampar.

Foto: Wikimedia

Denali National Park and Preserve, Alaska

Apesar do local, esse passeio não é uma fria, pois os 2,4 milhões de hectares do parque proporcionam uma inesquecível experiência na vida selvagem. Encante-se com as geleiras, montanhas, florestas que circundam o Monte McKinley e o pico mais alto da América do Norte que possui 6.194 metros de altura. A melhor maneira de desfrutar do parque é a pé por uma de suas muitas trilhas. Os animais selvagens que podem ser vistos também fazem sucesso, dentre eles, os ursos-negros e pardos, alces, lobos, caribus, e carneiros selvagens.

Foto: Wikimedia

Bryce Canyon National Park, Utah

O parque de 14.502 hectares é repleto de formações rochosas que impressionam pelo cenário e altivez. Formadas há milhões de anos, falésias cor de rosa e pináculos de várias cores também compõem a paisagem. O local é conhecido como o lar dos hoodoos, que são pilares de rocha. Existem guardas florestais em alguns trechos que contam histórias sobre o lugar. Não deixe de assistir ao pôr do sol, e à noite, a escuridão permite uma visão incrível das estrelas. O Bryce Canyon tem diversas trilhas pelas florestas, prados e pináculos. Existe a possibilidade de alugar um veículo off-road para explorar o parque.

Foto: Wikimedia

Yosemite National Park, Califórnia

Fundado em 1855, o parque possui mais de três mil quilômetros quadrados de vales profundos, picos de granito, quedas d’água e sequoias gigantes. Dos muitos destaques, vale citar o El Capitan, que é simplesmente a maior rocha de granito da Terra, o pico de quase 2.700 metros de Yosemite e a cachoeira com o nome do parque, que é a maior do continente e possui uma queda de 740 metros. Para quem gosta de caminhadas, recomendamos o Mariposa Grave, que com suas sequoias enormes, proporcionam uma sombra deliciosa. O parque é detentor de uma biodiversidade tão grande que foi decretado patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO, em 1984.

Foto: Pixnio

Hawaii Volcanoes National Park, Hawaii

Com 134.795 hectares, o parque foi criado ao redor dos vulcões mais ativos do mundo. Prepare-se para ver o encontro da lava derretida com as ondas do mar, um espetáculo inesquecível. O vulcão Kilauea está em erupção contínua desde 1983 e é outra atração impressionante, bem como o Mauna Loa, cuja última erupção foi em 1984. Depois de se fartar com essas visões quentes, visite o Kilauea Visitor Center e o Jaggar Museum para aprender mais sobre o local e os povos indígenas que viveram ali. Para quem vai passar poucas horas, a dica é pegar a Crater Rim Drive para chegar até o cume do Kilauea.

Importante: devido à pandemia, é importante se informar diretamente com as administrações dos parques para saber a respeito de protocolos, mudanças etc.

Comente

Clique aqui para comentar

You cannot copy content of this page
X